sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Chuva alaga Avenida das Nações e surpreende moradores

Semasa afirma que o impacto na região poderia ser maior, se não houvesse a obra 

Vivian Silva 

A chuva forte que atingiu Santo André na última segunda-feira (15) causou alagamento em diversos pontos da cidade, entre eles, a Avenida das Nações – próxima a Coop (Cooperativa de Consumo). Poderia ser apenas mais um alagamento no município, mas o fato causou surpresa aos moradores que nunca viram aquele trecho da avenida alagado. No local fica o córrego Guaixaya que, segundo o Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa), recebeu a maior obra contra enchentes da cidade, concluída em dezembro de 2015.

Avenida das Nações na última segunda-feira (15) | Foto: Reprodução/vídeo

Uma moradora do local foi alertada pela vizinha do alagamento. “Minha vizinha (Cibeli Hipolito) me enviou um vídeo (veja abaixo) da enchente pelo WhatsApp. Ficamos surpresas, pois naquele pedaço nunca houve enchente”, afirma a supervisora de atendimento, Fernanda Andrade, que precisou postergar o retorno à residência, local onde mora há 35 anos.

Esclarecimentos
Por meio de nota, o Semasa esclarece que a tempestade ocorrida neste dia registrou “índices pluviométricos elevados, num curto espaço de tempo. Mesmo assim, o córrego não transbordou”. Além disso, o texto afirma que “se as obras de canalização não tivessem acontecido, o impacto na região seria muito maior. O que houve foi um acúmulo de água que não conseguiu ser escoada pelo sistema de drenagem superficial (galerias e bocas de lobo)”. 

A autarquia ressalta ainda que nenhuma “obra de macrodrenagem vá evitar a formação de alagamentos e enxurradas em uma rua ou avenida”, pois é preciso levar em conta vários fatores como mudanças climáticas e impermeabilização do solo, por exemplo. Mas reitera que “a canalização do Córrego Guaixaya diminuiria a ocorrência de enchentes no bairro, beneficiando os moradores”.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário