terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Jovem de Santo André participa de reality show da Pantene

Por Vitor Lima

A andreense Giulia Borelli, 17 anos, é uma das participantes do programa Cabelo Pantene, O Reality. A atração, que vai ao ar às sextas-feiras, às 20h, no canal fechado MTV, chegará ao terceiro episódio no próximo dia 3. Nas duas edições anteriores, quatro participantes foram eliminadas e Giulia continua firme na disputa, ao lado de outras cinco mulheres.

O objetivo do programa, apresentado por Hugo Gloss, é selecionar a estrela da próxima campanha da Pantene. Para isso, além de avaliar o cabelo das candidatas, o júri técnico (formado pelo hair stylist Thiago Fortes, pelo fotógrafo Paschoal Rodrigues e pela youtuber Nah Cardoso) leva em consideração a atitude, personalidade, postura e outros atributos que valorizem as candidata. A grande final da atração irá ao ar em 10 de fevereiro.

Giulia foi selecionada entre mais de 40 mil meninas para participar do programa | Foto: Divulgação

Para participar do programa, Giulia foi escolhida entre mais de 40 mil meninas que se inscreveram no portal da marca. Durante bate-papo com a reportagem do Ponto Final, Giulia revelou  que nasceu na capital e mudou-se para Santo André há 13 anos. No fim do ano passado, concluiu o ensino médio no Colégio Singular e para o futuro, pretende conciliar a carreira de modelo com os estudos. Abaixo, confira a entrevista completa com a moradora de Santo André postulante a ser a nova estrela da Pantene: 

Ponto Final (PF): Desde pequena você dedica muitos cuidados aos cabelos?
Giulia Borelli (GB): Quando pequena eu não era tão focada em cuidar dos cabelos. Esse costume veio de alguns anos para cá.  Faço hidratação a cada 15 dias e uso as ampolas de Pantene uma vez por semana. Também prefiro ficar longe de chapinha e babyliss, acho que ajuda a manter a força do cabelo, sem contar uma boa alimentação e noites de sono, que também influenciam na saúde dos fios.

PF: No passado, houve um episódio em que você doou parte do cabelo para uma instituição de apoio a pacientes com câncer. Quais sentimentos levaram você a tomar esta decisão? Faria de novo? 
GB: A história é verdadeira! Eu quis fazer a doação em homenagem a minha mãe e a uma amiga minha (ambas sofreram com câncer). Hoje, a minha mãe está bem, firme e forte como nunca. Minha amiga havia falecido exatamente dois anos antes da data que escolhi para cortar o cabelo e doar. E eu já pensava pensando e pesquisando como poderia fazer isso um ano antes do dia da doação. Sem dúvida, foi uma das melhores experiências pela qual já passei, pretendo fazer de novo muitas vezes.

PF: Atualmente você é adepta aos cabelos longos. Pensa em mudar de visual? 
GB: Eu sou aberta a qualquer tipo de mudança, principalmente, quando envolve trabalho. Não sou apegada ao meu cabelo e gosto de mudar.  Tenho vontade, mas agora só falta a ideia do que fazer! (risos)



Após dois episódios, quatro participantes foram eliminadas e Giulia segue firme na disputa | Foto: Divulgação 
PF: Você já atua como modelo? 
GB: Atuo como modelo independente há dois anos, já tenho um bom conhecimento da área.

PF: Sobre o reality, já se passaram dois episódios e você segue firme na disputa. Como está sendo essa experiência? 
GB: O reality tem sido algo novo para mim todos os dias. São mil e uma emoções a cada segundo. Posso dizer que comecei o programa um pouco pessimista, mas com tudo que tenho aprendido estou mais confiante e determinada. É, realmente, mais um momento da minha vida que vai para a lista de 'melhores experiências'.

PF: E para o futuro, independente do resultado do programa, quais são seus planos?  
GB: Não vou parar os meus estudos, quero tentar uma faculdade no curso escolhido. Mas também não pretendo deixar de lado a carreira como modelo, vou dar um jeito de conciliar as duas coisas.






Prefeitura começa vistoria nas pontes da Avenida dos Estados

Da Redação

A Prefeitura de Santo André, por meio do Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa), iniciou hoje (31) uma ampla vistoria nas pontes da Avenida dos Estados dentro do programa de recuperação, lançado semana passada pelo prefeito Paulo Serra. O objetivo é diagnosticar 14 passagens da avenida sobre o rio Tamanduateí para definir um cronograma de manutenções.  

Vistorias são feitas com o auxilio do Corpo de Bombeiros | Foto: Divulgação/PSA
A necessidade do programa de recuperação das pontes da Avenida dos Estados surgiu após laudo técnico apontar que a passagem próxima ao viaduto Castelo Branco, interditada por causa de um solapamento na pista, tem um problema estrutural irreversível.

“A queda desta ponte abriu os nossos olhos, constatamos que faz muito tempo que essas pontes não recebem manutenção, e vamos assumir este problema que há anos é discutido entre as esferas de governo”, afirmou Paulo Serra na última quarta-feira (26).

Acompanhada do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, uma equipe de engenheiros da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos (SMUOSP) e da Gerência de Drenagem do Semasa vistoriou de bote a parte de baixo das duas alças que passam sob o Tamanduateí que ficam na altura a avenida Engenheiro Olavo Alaysio de Lima. Ambas atualmente são usadas como rota de desvio para os motoristas que utilizavam a ponte interditada. Um dos desvios que hoje funciona de forma parcial, e que esta passando por adequações viárias, será entregue até segunda-feira (6). 

O laudo da vistoria vai apontar as condições estruturais das pontes. A meta é realizar o diagnóstico nas demais estruturas de acordo com a disponibilidade do Corpo de Bombeiros.



Prefeitura projeta economia de R$ 1,5 milhão no consumo de energia elétrica

Da Redação

Nesta terça-feira (31), o prefeito Paulo Serra participou do lançamento do Projeto de Gestão Energética com a AES Eletropaulo, que racionalizará os gastos com energia e está integrado à nova política de modernização administrativa do município. Além da capacitação de servidores, realizada pela concessionária, será montado um diagnóstico das instalações municipais, dando suporte para a elaboração de um Plano Diretor de Energia Elétrica. Com a medida espera-se uma economia de R$ 1,5 milhão no valor gasto mensalmente.

Parceria entre Prefeitura e Eletropaulo foi oficilizada hoje (31) | Foto: Júlio Bastos/PSA
De acordo com levantamento da Empresa de Planejamento Energético, nos últimos nove anos se notou incremento de 30% no consumo de energia no Brasil.  O setor publico contribui com 8% do total gasto no País e dentro dos prédios públicos, em linhas gerais, é a segunda maior despesa dos municípios. Com alterações dos hábitos de consumo, inserção de tecnologia ou mudanças administrativas, que serão implementadas em Santo André, o valor economizado poderá ser realocados em outras áreas do município. 

Para o prefeito Paulo Serra, a parceria vai além de um projeto de eficiência energética e sustentabilidade. “Temos aqui vários aspectos, o educacional e sustentável, mas também o econômico e financeiro. Todos sabem que  assumimos com uma séria crise orçamentária, e neste primeiro mês a maioria das medidas que tomamos foram de austeridade, com corte de gastos e enxugamento da máquina, que nos faz projetar já neste primeiro ano uma economia de 30 milhões. Além deste importante aspecto, temos o do treinamento da nossa equipe, do início de nossa política de valorização do servidor”, destaca. 

Representante da concessionária de energia, Rubens Leme, frisou os passos do projeto na cidade. “Nosso objetivo é trazer à consciência e criar índices de performances dos vários prédios públicos e com isso administrar, fazer a gestão do consumo de energia, usando de forma eficiente e sem desperdício. É importante não haver a descontinuidade, já que quanto mais tempo o projeto durar, maiores serão os resultados”, finaliza. 

O projeto faz parte do Programa de Eficiência Energética da Eletropaulo, que investe anualmente parte de sua receita em ações de Sustentabilidade e no combate ao desperdício de energia elétrica, conforme determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).



Poupatempo inova com robô que conversa pela internet e agenda horários de atendimento

Da Redação

O Poupatempo iniciou testes com um atendente virtual capaz de dar informações pela internet e marcar dia e hora para cidadãos que desejam ser atendidos em qualquer uma das 72 unidades no estado de São Paulo. 

Nos primeiros 26 dias de testes, o robô atendeu em média 5 mil pessoas por dia e trocou mais de 2 milhões de mensagens. Ele também fez mais de 45 mil agendamentos e recebeu 26.424 mensagens de agradecimento, algumas carinhosas ou até religiosas como “Deus te abençoe”. O assistente virtual, chamado Poupinha, atende no portal do Poupatempo e também pelo Messenger, aplicativo oficial do Facebook. 
Imagem: Divulgação Poupatempo

O robô foi desenvolvido pela Nama Inteligência Artificial, uma das empresas de tecnologia selecionadas no edital do Pitch Gov, iniciativa do Governo de São Paulo destinada a buscar soluções inovadoras para a prestação de serviços ao cidadão. Se for aprovado nos testes, o sistema será contratado por meio de licitação pública. 

“O atendente virtual foi criado para incentivar os cidadãos a marcar dia e hora para atendimento antes de ir aos postos”, afirma o superintendente de Novos Projetos do Poupatempo, o Ilídio Machado. Segundo ele, o agendamento serve para distribuir a demanda e evitar filas, de forma a garantir o conforto dos cidadãos, além de aumentar a eficiência do programa de serviços públicos. 

Mesmo com alternativas de agendar pelo portal, pelo aplicativo ‘SP Serviços’ ou pelo disque Poupatempo, metade dos usuários ainda vai às unidades diretamente sem agendar, correndo o risco de perder a viagem ou precisar esperar mais tempo do que o necessário. 

Com o robô criado pela Nama, com tecnologia totalmente desenvolvida em São Paulo, o Poupatempo pretende dar mais agilidade ao agendamento de serviços através de canais eletrônicos, reduzindo a distância entre o governo e o cidadão. 

O sistema conversa com centenas de usuários simultaneamente, e todos os dados ficam registrados para análises. Quanto mais usado, mais conhecimento o atendente acumula e melhor interage com os humanos, aperfeiçoando as respostas a cada dia. 

Para Rodrigo Scotti, CEO da Nama, uma das vantagens do atendente virtual é a sua capacidade de estabelecer uma conversa natural para se relacionar 24 horas por dia e sete dias por semana com o cidadão. Segundo ele, os softwares de respostas automáticas baseados em inteligência artificial já são utilizados por muitas empresas na comunicação com os clientes, e agora começam a ser usados também no serviço público. Segundo ele, a Nama é primeira empresa brasileira a criar um sistema próprio de inteligência artificial. 

Como falar com o atendente virtual do Poupatempo: Pelo portal, no Messenger e no Facebook

Totens de autosserviços

Outra inovação tecnológica nos postos Poupatempo são as máquinas de autoatendimento (semelhantes aos caixas automáticos bancários) já instaladas nas 19 maiores unidades do Poupatempo no estado de São Paulo. Nelas os usuários podem fazer agendamento e solicitar serviços como o Atestado de Antecedentes, que é impresso na hora e sem custo, ou a segunda via do RG. Se o último documento foi emitido há menos de dois anos, o cidadão paga a taxa com cartão de débito no próprio equipamento e nem precisa passar pelo atendimento em mesas.



Inscrições para Salão de Arte Contemporânea terminam nesta semana

Da Redação

As inscrições de trabalhos para o 45º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto só serão aceitas até sexta-feira (3). Um dos mais tradicionais em todo o Brasil, o salão destina-se a reunir trabalhos nacionais das artes plásticas contemporâneas.

Salão se encaminha para a 45ª edição | Foto: Divulgação 
De acordo com os organizadores podem se inscrever artistas brasileiros ou naturalizados. Cada artista poderá realizar inscrição em uma das seguintes categorias: pintura, desenho, gravura, escultura, objeto, instalação, performance, vídeo, fotografia e técnica mista. As obras inscritas devem ter sido produzidas a partir de 2015 e não poderão ter participado de outras edições do salão. Só serão recebidas as inscrições postadas até a data limite 3 de fevereiro. O salão oferece prêmio-aquisição e prêmio-estímulo aos artistas selecionados.

O 45º Salão de Arte Contemporânea Luiz Sacilotto é uma iniciativa da Prefeitura de Santo André por meio da Secretaria de Cultura e Turismo da cidade.  O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis aqui. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4992-7730.



Idec notifica Eletropaulo sobre cobrança indevida de seguro

Da Redação 

Na última sexta-feira (27), o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) encaminhou notificação às empresas AES Eletropaulo e Metropolitan Life Vida e Previdência S/A (Metlife). No ofício, o Idec pediu a devolução em dobro e imediata das cobranças indevidas de seguro em conta de luz. 

Segundo a coordenadora executiva do Instituto, Elici Bueno, ao cobrarem na conta de luz algo que não foi solicitado, às empresas violam o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que proíbe o fornecedor de enviar ou entregar, sem solicitação prévia, qualquer produto ou serviço. 

“Além desta prática abusiva, a cobrança indevida enseja devolução em dobro dos valores pagos pelos consumidores, acrescidos de correção monetária e juros, como prevê o artigo 42 do Código”, reforça. 

A medida ainda fere a Resolução 581/2013 da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Segundo a normativa apenas em caso de solicitação expressa poderão ser feitas cobranças, como as relatadas pelos associados do Idec e por consumidores. 

No documento, o Idec também pede que as empresas envolvidas informem, por meio de publicidade em meios de comunicação, como os consumidores podem identificar em suas faturas tais cobranças e quais são os direitos assegurados neste caso.  

Além da notificação, o Instituto disponibilizou um canal para receber relatos sobre o caso. Os consumidores podem enviar e-mail para: contadeluz@idec.org.br, informando nome completo, telefone e uma imagem da conta para comprovar a cobrança indevida. 

“Reuniremos as denúncias para apurar o tamanho do problema e estudar medidas futuras para a defesa coletiva dos direitos dos consumidores”. finaliza Bueno.



segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Conjunto habitacional Catiguá é entregue

Da Redação

Na última sexta-feira (27), o prefeito de Santo André, Paulo Serra, e o secretário de Desenvolvimento Urbano e Habitação, Fernando Marangoni, anunciaram a entrega das 96 moradias do Conjunto Catiguá, no Parque Erasmo Assunção.

Valor investido foi de R$ 5,7 milhões| Foto: Júlio Bastos

Os beneficiados com as moradias são famílias que residiam em assentamentos precários, ou estavam em benefício financeiro. Os novos moradores vêm dos núcleos Espírito Santo, Homero Thon, Jardim Cristiane, Gamboa, Sacadura Cabral e Tamarutaca.

“Todas as medidas que estamos tomando é para retomar a produção habitacional da cidade, principalmente a formalização e regularização. Além de dar propriedade, dar a escritura para os moradores. A casa é um sonho de todo cidadão, mas sem a regularização não resolve. Até o final do ano vamos entregar a escritura para cada um dos moradores desse conjunto habitacional”, diz o prefeito.

Das 96 unidades prontas, 85 estão aptas a receberem novos donos. Isso acontece devido aos demais não estarem presentes no check list ou estarem com pendências quanto a documentação.

Obra

A construção do Conjunto Catiguá teve início em 2009, porém a empresa contratada não conseguiu executar a obra e o contrato foi rescindido em 2012. A execução foi retomada em agosto de 2014. A unidade habitacional foi entregue em setembro do ano passado, no entanto diversos problemas operacionais inviabilizaram a ocupação por parte dos moradores. O valor investido na obra foi de R$ 5,7 milhões - R$ 2,2 do Tesouro Municipal e R$ 3,5 do Governo Federal no âmbito do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).



Sebrae oferece curso de maquiagem gratuito

Da Redação

O Sebrae-SP do ABC está com 20 vagas abertas para quem deseja fazer curso gratuito de Maquiagem – Formação Inicial. O curso faz parte do Programa Super MEI, do Sebrae-SP, que reúne cursos de capacitação técnica e de gestão empresarial para quem já está formalizado como Microempreendedor Individual (MEI). 

As aulas serão realizadas na ETEC Lauro Gomes (Av. Pereira Barreto 400, Baeta Neves, em São Bernardo do Campo). O curso ocorrerá entre 13 e 23 de fevereiro, das 18h30 às 22h30. Após completar o curso Super MEI, o empreendedor recebe certificado do Sebrae-SP e fica apto a atuar profissionalmente com qualificação comprovada. 

O participante do programa Super MEI passa por quatro etapas. Na primeira, ele se formaliza como MEI, caso ainda não esteja regularizado. Em seguida, tem aulas de gestão empresarial, assiste a aulas específicas de uma determinada atividade em que aprende o ofício ou aprimora o que já faz, e, por fim, tem a oportunidade de oferecer seu produto ou serviço em um portal e um aplicativo, numa espécie de catálogo virtual que lhe permite aparecer para o público consumidor. 

As inscrições para o Super MEI podem ser realizadas pelo portal da instituição, pela Central de Atendimento 0800 570 0800 e no Escritório Regional do Sebrae-SP no Grande ABC pelo telefone 4433-4270.





sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Prefeito de Santo André anuncia leilão de veículos

Para contribuir com o equacionamento das finanças do município, o prefeito Paulo Serra anunciou nesta sexta-feira, 27, na garagem da Secretaria de Mobilidade Urbana, Obras e Serviços Públicos, no Jardim Las Vegas, que fará o leilão, por enquanto, de 141 carros oficiais, incluindo os que atendiam o prefeito e vice-prefeito. A medida não afetará os veículos operacionais, como os da Guarda Civil Municipal e Departamento de Engenharia de Tráfego
.

Além de caminhões, carros antes usados pelo prefeito e vice serão leiloados

A expectativa é arrecadar R$ 1 milhão com o leilão e gerar uma economia de R$ 3 milhões aos cofres públicos com a medida.

O prefeito Paulo Serra reforça que os veículos que têm características de atender o secretariado, prefeito e vice deixam de existir. “Vivemos uma nova realidade, onde precisamos enxugar a máquina para recuperar a saúde financeira do município. Nem prefeito, nem vice, nem secretários, diretoria e gabinete terão carro oficial à sua disposição”, pontua.




OAB promove debate sobre reforma da Previdência

Da Redação

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), subseção de Santo André, promove na próxima segunda-feira (30), às 10h, uma audiência pública para discutir a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que trata sobre a reforma da Previdência. O evento, de iniciativa da Comissão de Direito Previdenciário, ocorrerá no auditório da Casa de Advocacia de Santo André (Avenida Portugal, 233, Centro). Para obter mais informações e se inscrever, acesse o portal da entidade
Arte: Divulgação 

A reforma previdenciária foi enviada ao Congresso pelo presidente Michel Temer e sugere uma série de mudanças na Previdência Social – entre as mais polêmicas estão a alteração na idade mínima para se aposentar e no tempo de contribuição para ter direito a aposentaria integral. 

Mais informações:




quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Nova presidência da FUABC será empossada na próxima quinta-feira

Da Redação

Órgão máximo de deliberação da Fundação do ABC, o Conselho de Curadores definiu na manhã de hoje (26) a nova Presidência da entidade para o mandato 2017. A médica proctologista e gastroenterologista, Maria Bernadette Zambotto Vianna, e o médico e artista plástico, Wagner Shiguenobu Kuroiwa, foram eleitos por unanimidade para os cargos de presidente e vice, respectivamente. As indicações são do prefeito de Santo André, Paulo Serra, que junto com os também prefeitos Orlando Morando, de São Bernardo do Campo, e José Auricchio Jr., de São Caetano do Sul, confirmou presença na cerimônia de posse em 2 de fevereiro, às 19h, no campus universitário da Faculdade de Medicina da Fundação do ABC.

Maria Bernadette Zambotto Vianna foi eleita presidente | Foto: Divulgação 
Formada pela Universidade de Santo Amaro (UNISA), Maria Bernadette Zambotto Vianna é médica proctologista, gastroenterologista, colonoscopista, cirurgiã geral e do trauma, com título de especialista pela Sociedade Brasileira de Coloproctologia e pós-graduação em Gestão Hospitalar. No âmbito administrativo, foi diretora geral do Hospital Municipal de Paulínia (SP), coordenadora médica e médica intervencionista do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de São Bernardo do Campo, respondeu pela criação, implantação e coordenação do Núcleo Interno de Regulação (NIR) do Hospital Municipal de Santo André, entre outras atribuições.

Na vice-presidência, Wagner Shiguenobu Kuroiwa comandará os rumos da entidade | Foto: Divulgação

Já Wagner Kuroiwa é médico formado pela Escola Paulista de Medicina / Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), com especialização em Saúde Pública e em Direito Sanitário pela Universidade de São Paulo. Como artista plástico, acumula considerável produção e prêmios, como no Salão Bunkyo de Artes Plásticas, em 1997 e 1998, e menção honrosa do Open Studio da União Cultural Brasil Estados Unidos, em 1999. 

Entre as principais atribuições no campo da gestão, já atuou como secretário de Desenvolvimento Econômico de Diadema, diretor do Grupo de Vigilância Sanitária Regional do Grande ABC da Secretaria de Estado da Saúde e diretor da Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social. Na Prefeitura de São Bernardo do Campo, foi diretor do Departamento de Vigilância à Saúde entre 2001 e 2008 e, atualmente, assumiu a Diretoria do Departamento de Proteção à Saúde e Vigilâncias.

Dentro da gestão tripartite que rege a Fundação do ABC, as prefeituras instituidoras – Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul – se revezam na administração da entidade a cada dois anos. Dra. Maria Bernadette Vianna foi indicada por Santo André e substitui a assistente social de formação, sanitarista e especialista em gestão pública, Maria Aparecida Batistel Damaia. Wagner Kuroiwa assume o lugar do engenheiro Mauricio Mindrisz.

Quase 50 anos dedicados à Saúde

Entidade filantrópica de assistência social, saúde e educação, a Fundação do ABC foi criada em 1967, instituída como fundação sem fins lucrativos pelos municípios de Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul. É declarada instituição de Utilidade Pública nos âmbitos federal, estadual e na cidade-sede de Santo André. Com o passar dos anos, a FUABC se tornou parceira estratégica de prefeituras e do Governo do Estado na gestão e assistência em saúde. Hoje administra 18 hospitais, a Faculdade de Medicina do ABC e a Central de Convênios, que cuida de mais de 40 planos de trabalho específicos.

Caracterizada como pessoa jurídica de direito privado, qualificada como Organização Social de Saúde, a FUABC conta com 23 mil funcionários diretos atuando no ABC Paulista, Mauá, Franco da Rocha, Caieiras, Guarulhos, Francisco Morato, Osasco, São Paulo, Mogi das Cruzes, Praia Grande, Santos e Guarujá. Presta atendimento à população a partir de convênios e contratos de gestão com o Governo do Estado e prefeituras.

Primeira unidade mantida da Fundação do ABC, a Faculdade de Medicina do ABC foi fundada em 1969 e hoje está entre as melhores instituições de ensino do País, e conta com nove cursos de graduação: Medicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Terapia Ocupacional, Nutrição, Gestão em Saúde Ambiental, Tecnologia em Gestão Hospitalar e Tecnologia em Radiologia.



Serviço de seguro-desemprego será interrompido neste sábado

Da Redação

Os serviços de seguro-desemprego e cadastro de vagas serão interrompidos, neste sábado (28), devido a uma manutenção preventiva no Portal Mais Emprego, do Ministério do Trabalho. Os serviços voltam a ser oferecidos à população na segunda-feira (30). 

A circular nº 5 do Ministério do Trabalho de 20 de janeiro de 2017, informa que outras sete manutenções serão feitas ao longo do ano, sempre aos finais de semana.  

Para informações sobre endereços e horários de atendimento, todos os serviços prestados pelos postos, documentos necessários, taxas e prazos podem ser obtidos no portal www.poupatempo.sp.gov.br, pelo aplicativo SP Serviços (para smartphones e tablets) e também pelo Disque Poupatempo (0800 772 3633 - para telefones fixos - ou (11) 2930-3650 - para ligações de celulares).



Prefeito Paulo Serra lança programa de recuperação de pontes

Da Redação

Após o solapamento da ponte na Avenida dos Estados, próxima ao viaduto Castelo Branco, no último dia 18, engenheiros da Prefeitura de Santo André e o Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE) do Governo do Estado, concluíram laudo técnico que aponta o comprometimento irreversível da estrutura da ponte. Como isso, ações emergenciais e um grande programa de recuperação de todas as pontes da avenida foram anunciados pelo prefeito de Santo André, Paulo Serra. 

Ponte interditada no bairro Santa Terezinha | Foto: Júlio César/PSA 
“O laudo mostrou que o reparo seria inviável técnica e economicamente. Teríamos um gasto de R$ 3 milhões, com contrato emergencial, e cerca de 180 dias de tempo estimado para a conclusão dos trabalhos. Além disso, o projeto que temos aprovado com recursos do BID (Bando Interamericano de Desenvolvimento) já prevê a demolição desta ponte, daqui dois anos, e construção de novo viário sobre o Rio Tamanduateí. A construção de uma nova ponte no local seria, neste momento, desperdiçar dinheiro público”, explica o prefeito.

Programa

Serra definiu juntamente com o Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) e engenheiros da Prefeitura o início de um grande programa de manutenção e recuperação de todas as pontes da Avenida dos Estados que atendem o município.  Até o momento, não há uma data exata para o início e término das obras. 

“A queda desta ponte abriu os nossos olhos, constatamos que faz muito tempo que essas pontes não recebem manutenção, e vamos assumir este problema que há anos é discutido entre as esferas de governo. Em uma semana mobilizamos o Governo do Estado com o DAEE, intensificamos a operação de trânsito na região afetada, tivemos a conclusão do laudo, criamos três rotas alternativas e definimos o programa de recuperação de todas as pontes da avenida. 

Laudo

O documento apresentado nesta última quarta-feira (25) apontou que o risco de afunilamento da calha do Rio Tamanduateí é ainda maior, caso seja executado alguma intervenção para recuperação ou reconstrução da passagem.

Rotas de desvio 

Rota 01 – Os motoristas que vem de Mauá e dos bairros Parque Jaçatuba, Vila Curuça, Parque das Nações e Bangú com destino ao Bairro Campestre, Av. Prestes Maia e rodovias Anchieta e Imigrantes, acessarão o Viaduto Adib Chammas pelas pontes da Av. dos Estados – acessos Sams Club (apenas automóveis) e Carrefour (automóveis e caminhões).

Rota 02 –Fluxo viário com origem do Bairro Santa Terezinha e Vila Francisco Matarazzo, com destino ao Bairro Campestre, Av. Prestes Maia e rodovias Anchieta e Imigrantes, acessarão a ponte da avenida Engenheiro Olavo Alaysio de Lima para conversão à esquerda na Av. dos Estados, sentido Mauá e acesso ao Viaduto Castelo Branco.

Rota 03 – Para quem vem dos bairros Santa Terezinha, Parque das Nações e demais bairros citados na Rota 01 com destino ao Bairro Campestre, Av. Prestes Maia e rodovias Anchieta e Imigrantes, o acesso será pela ponte da avenida Engenheiro Olavo Alaysio de Lima, que terá sentido de direção invertido para conversão à esquerda na Av. dos Estados no sentido Mauá e acesso ao Viaduto Castelo Branco. 

O motorista que estiver sentindo Mauá passará a fazer o retorno na rotatória próxima ao viaduto.




Manutenção da Eletropaulo deve afetar abastecimento de água em Santo André

Da Redação

Neste sábado (28), a AES Eletropaulo realizará manutenção na rede elétrica na região do Parque Erasmo Assunção, em Santo André. Os trabalhos têm previsão de ocorrer das 10h às 15h30. Em função dos serviços da concessionária, pode haver intermitência no fornecimento de água para os imóveis atendidos pelo reservatório Erasmo Assunção (Zona Alta). 

Abastecimento será normalizado ao longo da noite | Foto: Usp Imagens 
Após o término dos trabalhos da Eletropaulo, o abastecimento deve ser normalizado ao longo da noite. O Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) orienta que a população faça uso racional da água e também a reserve adequadamente.

O reservatório Erasmo Assunção abastece os bairros: Jardim Alzira Franco, Jardim Ana Maria, Jardim Nice, Jardim Monte Líbano, Jardim Rina, Jardim Santo Alberto, Parque Capuava, Parque Erasmo Assunção, Parque João Ramalho e Parque Novo Oratório.



Casa Ronald McDonald ABC reabre bazar para captação de verba

Da Redação

Na próxima segunda-feira (30) será reaberto o bazar permanente da Casa Ronald McDonald ABC, administrada pela Associação Projeto Crescer do ABC, por meio do Rotary Club.

O bazar funcionará de segunda à quinta-feira das 9 às 16 horas e às sextas-feiras, das 9 às 12 horas na própria instituição, localizada na avenida Príncipe de Gales, 821, em Santo André. 

No local é possível encontrar grande variedade de produtos seminovos como roupas, calçados, acessórios, brinquedos, utensílios domésticos, entre outros itens, doados por parceiros da instituição. 

Toda a verba arrecadada no bazar é revertida para a Casa Ronald McDonald ABC, que atualmente atende 23 hóspedes de zero a 20 anos de idade, acompanhados por um responsável, que vêm dos mais diversos lugares do País em busca de tratamento para o câncer e não desembolsam nenhum valor durante sua estadia.

Em 2016, entre os pacientes hospedados  na Casa Ronald e no sistema Casa Dia - atendidos na Faculdade de Medicina ABC -, foram servidas 89.177 refeições e registradas  20.229 hospedagens.



Acisa entrega prêmios para ganhadores da campanha de Natal

Da Redação

Ontem (25), a Associação Comercial e Industrial de Santo André (ACISA) entregou os prêmios aos ganhadores da sua campanha promocional de Natal Show de Prêmios.

Evenson Dotto, presidente da ACISA, entrega as chaves do carro 0KM para Arlinda Dias | Foto: Divulgação 
A ganhadora do automóvel Fiat Mobi 0Km foi Arlinda Dias, cliente da loja de roupas Wave Coast. A motocicleta Zig 100 saiu para Mariza Caetano de Araújo, cliente da Rede  de combustíveis Hurray; o vale-viagem para Maria Souza de Almeida, que realizou suas compras em supermercado do Grupo Mix e as Tvs para Osmar Rodrigues dos Santos (lojas Nivalmix) e Joelma Siqueira (Martinica Comercial - supermercado).  Os vendedores que efetuaram a venda para os ganhadores também foram contemplados cada um com um tablet.

Em sua terceira edição, em 2016 a campanha contou com a adesão de 120 empresas, que geraram mais de 300 mil cupons preenchidos. 

Considerada uma das associações mais antigas e tradicionais do estado, a ACISA possui hoje cerca de 4 mil associados e completará no mês de fevereiro 79 anos de fundação. A atual diretoria trabalha de forma voluntária a favor dos associados, sempre buscando defender seus direitos junto aos órgãos públicos, disponibilizando serviços, cursos e palestras que ajudam na atualização de conhecimentos e crescimento de seus negócios.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Santo André terá o primeiro Centro de Referência de Doenças Raras de São Paulo


 Da Comunicação FUABC-FMABC


A região do ABC Paulista terá o primeiro Centro de Referência de Doenças Raras do Estado de São Paulo. O projeto desenvolvido pela Faculdade de Medicina do ABC, em Santo André, foi aprovado em meados de 2016 pelo Governo do Estado e o serviço acaba de ser credenciado pelo Ministério da Saúde. Trata-se de trabalho pioneiro, com atendimento 100% gratuito e que busca oferecer em um único espaço diversos especialistas, exames específicos e trabalho multidisciplinar para o atendimento integral a pacientes com as mais diversas patologias raras. A marcação de consultas já está aberta aos interessados, que podem obter mais informações pelo telefone (11) 4433-2846.



Segundo definição da Organização Mundial da Saúde, a doença rara caracteriza-se como aquela que afeta até 65 pessoas a cada 100.000 indivíduos – ou seja, 1,3 pessoa num grupo de 2.000. O problema atinge aproximadamente 5% da população, comprometendo milhões de pessoas ao redor do mundo. Estima-se que 80% dos casos têm origem genética e 50% afetam crianças – sendo que 30% morrem antes dos 5 anos de idade. Até o momento, cerca de 7.000 doenças raras já foram identificadas, cujas características principais são a natureza complexa, a evolução crônica e debilitante. Essas particularidades, associadas ao acesso limitado aos tratamentos e serviços especializados, têm grande repercussão no cotidiano de milhões de famílias.

Nesse sentido, o Centro de Referência de Doenças Raras da Faculdade de Medicina do ABC tem como objetivo, justamente, organizar o atendimento de pacientes suspeitos ou portadores das enfermidades, a fim de melhorar o acesso ao diagnóstico e às terapias necessárias. “Há muitos anos as disciplinas da FMABC realizam atividades isoladas no campo das doenças raras, que envolvem o ensino, a pesquisa e a assistência. Em meados de 2014, criamos o Grupo de Atenção Integral à Doenças Raras, com objetivo de reunir todos os profissionais da faculdade que, de alguma forma, estavam atuando nessa área. Foi o embrião do centro de referência, quando começamos a estruturar o projeto”, recorda o professor titular da disciplina de Saúde Sexual, Reprodutiva e Genética Populacional da Faculdade de Medicina do ABC, Dr. Caio Parente Barbosa.

Até o credenciamento do Centro de Referência de Doenças Raras pelo Ministério da Saúde, os atendimentos nessa área realizados pela FMABC eram limitados, pois dependiam da verba do Sistema Único de Saúde (SUS) contratualizada com a FMABC via município de Santo André. Entretanto, esse recurso não é específico para a área de doenças raras, mas contempla todas as atividades assistenciais desenvolvidas nos ambulatórios da faculdade.

“A partir de agora, pacientes com doenças raras serão atendidos sem que os recursos necessários para essa assistência estejam vinculados ao teto que o SUS determina para o ambulatório da FMABC. Os tratamentos e exames em doenças raras passam a ter financiamento próprio, com verba direta do Ministério da Saúde para essa finalidade – via Fundo de Ações Estratégicas e de Compensação (FAEC) –, o que permitirá ampliar sobremaneira nossa capacidade de atendimento e o número de famílias beneficiadas”, garante Dr. Caio Parente Barbosa.

Para o diretor da FMABC, Dr. Adilson Casemiro Pires, o credenciamento representa importante passo na história de quase 50 anos da Faculdade de Medicina do ABC: “Somos pioneiros em uma área que tende a crescer muito nos próximos anos e que deve se organizar em forma de uma rede integrada de atenção. Estamos em sintonia com a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras, em busca de oferecer em um único espaço diversos especialistas e atendimento integral a pacientes com doenças raras”, completa Pires.

Rede de atenção
Lançada em 2014 pelo Ministério da Saúde, a Política Nacional de Atenção Integral às Pessoas com Doenças Raras organiza o cuidado dos pacientes em dois eixos. O primeiro reúne as patologias de origem genética e inclui as anomalias congênitas ou de manifestação tardia, deficiência intelectual e os erros inatos do metabolismo. O segundo eixo é composto por doenças raras de origem não genética: infecciosas, inflamatórias e autoimunes.

“São milhares de tipos de exames e procedimentos que podem ser necessários quando falamos em doenças raras e a demanda não justifica a manutenção de serviços assim em cada cidade. O custo seria inviável para qualquer prefeitura ou para o Governo do Estado. Na Faculdade de Medicina do ABC, por exemplo, já contamos com atendimento multidisciplinar e diversos tipos de exames estão disponíveis. Mas é impossível oferecer todos os atendimentos que podem ser necessários para contemplar as cerca de 7.000 doenças raras conhecidas”, afirma Barbosa.

Frente à grande variedade de doenças raras e à necessidade de tratamentos personalizados para cada paciente, a tendência é de que o Estado de São Paulo constitua uma rede de atenção com diversos centros de referência, cada um com atendimento específico em determinada área. “A ideia é otimizar ao máximo cada serviço e ampliar o alcance, a fim de democratizar o atendimento. Nesse sentido, a rede de atenção é fundamental, pois distribui as doenças raras, os exames e procedimentos em centros de referência diferentes uns dos outros e específicos dentro das muitas linhas de atendimentos”, acrescenta o professor da FMABC, que detalha: “Pacientes do ABC Paulista poderão realizar o acompanhamento perto de casa, na Faculdade de Medicina do ABC, e fazer um ou outro exame específico num centro de referência diferente. O que ocorre hoje ainda é uma peregrinação por atendimento, com dificuldades para encontrar profissionais capacitados nas doenças raras e locais que possam realizar os procedimentos e exames necessários, muitos dos quais de alto custo”.

Até o credenciamento como Centro de Referência de Doenças Raras, a FMABC recebia somente casos referenciados encaminhados por Santo André. A partir de agora, esses pacientes podem chegar a partir de diversos serviços e localidades. “Temos estrutura na FMABC para atender a cerca de 70% das doenças raras, com destaque paras as áreas de erros inatos do metabolismo, doenças raras imunológicas, fibrose cística e doenças neuromusculares”, enumera a professora de Genética da FMABC, Dra. Bianca Alves Vieira Bianco, que acrescenta: “Também faremos o acolhimento e orientação das famílias, inclusive com exames genéticos para aconselhamento sexual, tendo em vista que 80% das doenças raras são de origem genética e algumas podem ser recorrentes em determinados casais”.

Como contrapartida pelo atendimento especializado do centro de referência, a FMABC passará a receber R$ 42.000 mensais do Ministério da Saúde como ajuda de custo. Dessa forma, poderá ampliar projetos de pesquisa e estudos na área, além de aprimorar o ensino de alunos de graduação e pós-graduação e de investir na capacitação dos profissionais vinculados ao projeto.

Rotina de peregrinação e tratamentos de R$ 720 mil 
A complexidade diagnóstica das doenças raras faz com que muitas vezes os pacientes passem por diversos especialistas e realizem dezenas de exames de alto custo sem obter diagnóstico e tratamento adequados. É o caso do pequeno Gustavo Barbosa de Lima, andreense de 10 anos de idade, que desde os 4 anos luta por atendimento adequado contra a distrofia muscular de Duchenne. “Com cerca de 4 anos, o Gustavo começou a andar na ponta dos pés e a cair muito. Passamos por diversos médicos, serviços e exames, mas somente quando ele tinha 6 anos é que foi realizado o primeiro exame genético. Com o resultado, fomos encaminhados para a USP, onde foi feita a biópsia muscular e, finalmente, o diagnóstico de distrofia muscular de Duchenne”, recorda a mãe, Luciana Barbosa de Lima.

A distrofia muscular de Duchenne é uma doença grave, de caráter progressivo e que se inicia na infância. O prognóstico e a qualidade de vida do paciente podem ser melhorados significativamente com diagnóstico precoce. O sintoma principal é a criança cair muito, o que faz com que seja taxada de estabanada e preguiçosa. “Há cerca de 15 anos, a sobrevida de um paciente com distrofia de Duchenne não passava de 18 anos. Hoje, com os cuidados, terapias e medicações disponíveis, esses pacientes chegam tranquilamente aos 40 anos”, garante a neurologista da FMABC, Dra. Alzira Alves de Siqueira Carvalho.

Todo o tratamento de Gustavo seguiu na USP, na Capital paulista, até 2014, quando a mãe ficou sabendo, por acaso, que a Faculdade de Medicina do ABC também realiza este serviço. “Somos de Santo André e chegávamos a levar 3 horas para ir até a USP. Fazer o tratamento aqui no ABC facilitou muito”, assegura a mãe.

Com a demora de 2 anos até o diagnóstico, a doença avançou e hoje Gustavo não consegue mais andar sozinho, mas somente com a ajuda de terceiros. Entretanto, o pequeno iniciou em meados de julho de 2016 tratamento com uma nova medicação, o Ataluren, e a expectativa de melhora é grande. Trata-se de droga aprovada no final de 2015 na Europa, ainda indisponível no Brasil. “Foi uma luta, pois é um medicamento de alto custo e só conseguimos via decisão judicial. Tivemos até que ir a Brasília passar por perícia a pedido do juiz. Quando recebemos o medicamento, a nota fiscal do tratamento de 6 meses era de R$ 720.000,00”, conta Luciana Barbosa de Lima.

Segundo a Dra. Alzira Alves de Siqueira Carvalho, o Ataluren não é indicado para todos os casos de distrofia muscular de Duchenne, mas apenas para cerca de 13% a 15% dos pacientes – como é o caso de Gustavo. Enquanto a doença impede a produção de um tipo de proteína pelo organismo, a medicação “engana” o DNA e permite a formação dessa proteína. “Apesar da proteína produzida ser defeituosa, ela é muito melhor para o organismo do que quando não havia proteína nenhuma”, afirma Dra. Alzira.

Para identificação dos casos que podem se beneficiar com a droga é necessário realizar sequenciamento do gene – exame que também é feito na FMABC, a partir de sequenciador de última geração. “Trata-se de exame que precisa ser realizado em todos os pacientes com distrofia muscular de Duchenne, pois outras drogas que já estão sendo liberadas nos Estados Unidos e Europa também têm um alvo específico e serão úteis para uma outra porcentagem de doentes”, completa Dr. David Feder, professor titular de Farmacologia.





Santo André cria Comitê Integrado de Segurança

Da Redação

Ontem (24) o prefeito Paulo Serra se reuniu com lideranças das polícias Militar, Civil e da Guarda Civil Municipal (GCM) para formalizar a criação de um Comitê Integrado de Segurança (CIS), que se reunirá quinzenalmente com membros das polícias para avaliar as estatísticas criminais de cada região da cidade. A força tarefa fará um mapeamento da criminalidade no município, para criar uma melhor estratégia de patrulhamento por rondas nas regiões com maior registro de queixas. Além disso, outros aspectos que colaboram com a segurança dos bairros serão revistos em conjunto, como a iluminação pública e serviços de manutenção.

Comitê reunirá GCM e polícias Militar e Civil | Foto: Divulgação
O prefeito pontuou, durante a reunião, o problema enfrentado pela população com a questão do som alto principalmente na Rua das Figueiras e Praça Kennedy, e os pancadões realizados na região no Jardim Santo André. “Com essa força tarefa e mantendo este diálogo entre as policiais, departamentos e autarquias do município conseguiremos diminuir estas demandas que são recorrentes na cidade”, explica.

Além disso, já está programado para acontecer em Santo André a operação Força Total realizada pela Policia Militar com o apoio da GCM e Departamento de Engenharia de Tráfego (DET), atuando de maneira ostensiva reprimindo roubos, assaltos e outros delitos. Serra apontou ainda que terá atenção especial também para os moradores da Vila Luzita. “Estamos discutindo a instalação de uma delegacia na região da Vila Luzita com funcionamento 24 horas”.  

O secretário de Segurança Urbana e Comunitária, Edson Sardano, frisou que o município resgata neste momento sua função dentro da segurança pública. “Com a disposição do prefeito em negociar diretamente com as forças policiais, entendendo a realidade de cada instituição, a Prefeitura retoma o uso de suas atribuições para atuação conjunta na repressão e prevenção do potencial criminoso”, finalizou.



terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Prefeitura de São Bernardo promove recadastramento do “Renda Abrigo”

Da Redação

Nesta última segunda-feira (23), a Prefeitura de São Bernardo iniciou o processo de recadastramento de famílias do programa Renda Abrigo, que consiste no auxílio de até R$ 315 para as pessoas utilizarem na despesa com aluguel e deixarem a habitação de risco. Os atendimentos vão até 3 de fevereiro, das 9h às 16h30, na sede da Secretaria de Habitação (Rua Jacquey, 61, Rudge Ramos). Ao todo, 2.631 famílias recebem mensalmente o valor no município, que foi instituído em 2007.

Imagem: Divulgação 
O edital de convocação para as famílias foi publicado no último dia 13 e descreve que o titular do benefício apresente os seguintes documentos na Secretaria de Habitação: RG, CPF e cópia simples do contrato de locação. Se o valor da unidade apresentada pela família é menor, ela recebe o limite deste do custo. Além das famílias em área de risco, são contemplados também moradores que foram remanejados pela Prefeitura, por conta de obras.

O titular da Pasta, João Abukater Neto, destacou a importância deste recadastramento. “É uma ação dentro do programa, cujo objetivo é verificar e atualizar as famílias que estão participando. Trata-se de um procedimento comum em que vamos verificar o real quadro do município”, comenta. 

O programa Renda Abrigo está integrado na Habitação, que trabalha com as premissas de controlar a expansão de moradias irregulares em assentamentos precários, loteamentos irregulares, especialmente em áreas de proteção aos mananciais ou de risco. Além disso, busca enfatizar a conscientização da população residente nestas áreas de vulnerabilidade e desenvolver políticas habitacionais, como implantação de programas, regularização fundiária, entre outros.



segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Alckmin eleva em 10% salário de 18 mil professores da rede estadual

Da Redação

O governador Geraldo Alckmin anunciou hoje (23), o reajuste em 10% do piso salarial de 18.330 professores PEB I (1º ao 5º ano do Ensino Fundamental) que hoje estão na faixa I nível 1: passará de R$ 2.086,93 para R$ 2.298,80. Além dos educadores da categoria inicial, outros 775 de nível 2 terão aumento de 5%: de R$ 2.191,27 para R$ 2.298,80. Assim, os valores do reajuste desde janeiro de 2017 serão pagos na folha de pagamento do mês de março, quando todos os docentes da rede estadual receberão valor igual ou superior ao piso nacional (R$ 2.298,80).

“São Paulo será um dos poucos estados do Brasil que vai cumprir a lei federal de estar igual ou acima do piso. Nenhum professor no Estado de São Paulo terá salário menor do que R$ 2.298,80. Investiremos, para o pagamento retroativo a janeiro, R$ 69 milhões”, afirma o governador.

Em meio à crise econômica em todo o País, com algumas redes de educação inclusive atrasando o pagamento de salários, o aumento faz parte da política do governo paulista de reforçar e valorizar o magistério da maior rede de ensino da América Latina. O investimento será de R$ 68 milhões por ano. Em São Paulo, o valor base dos profissionais que atuam no Ensino Fundamental – Anos Finais e Ensino Médio (PEB II) é 5% acima do estabelecido pelo governo federal: R$ 2.415,89.

O salário-base dos professores em São Paulo é acrescido de benefícios de acordo com as faixas e níveis da carreira, quinquênio, além de Bônus por Merecimento, pago anualmente de acordo com avanço do ensino nas escolas estaduais.

Mais professores

Outra novidade para a rede estadual em 2017 é a chegada de novos professores. Em dezembro, foram nomeados 11,9 mil docentes. Os cargos são remanescentes do concurso realizado em 2013 e que já chamou 38 mil educadores. Na época, o certame registrou recorde com 322,7 mil inscrições.



sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Puzzle Room oferece 20% de desconto para grupos que chegarem de bike

Da Redação

A Puzzle Room – rede europeia especializada em jogos de escape - oferece 20% de desconto no valor do ingresso para os grupos que chegarem de bike as unidades de São Paulo e Santo André. A promoção é por tempo ilimitado e válida para jogar em todas as salas: Carandiru; CSI: Investigação Criminal; Asylum e Inverso do Universo, na Praça da Árvore; e a série Locatário: Reclusão e Revelação, na Avenida Prestes Maia, na casa do ABC.

Rede quer incentivar práticas saudáveis | Foto: Divulgação
De acordo com o CEO & Game Designer da Puzzle Room Brasil, Rodrigo Matroneo, o objetivo dessa ação é estimular o cliente  a aproveitar  o horário de verão e o clima agradável da estação, além de deixar o carro em casa e praticar mais atividades físicas ao ar livre. “Queremos tornar o passeio ainda mais divertido e saudável com a Bike Friendly,e promover também o bem estar dos nossos jogadores”, diz o empresário.

Para participar dos jogos da rede é necessário estar, no mínimo, em duas pessoas e, no máximo, em oito, dependendo do tema da sala. Os jogadores têm no máximo 60 minutos para encontrar pistas, desvendar enigmas e escapar dos ambientes. Com efeitos sonoros e visuais os cenários são desenvolvidos com tecnologia 5D para estimular o raciocínio lógico e trabalho em equipe.

A Puzzle Room nasceu na República Tcheca e chegou ao Brasil em julho de 2015. Atualmente, possui três casas no país, uma na cidade de São Paulo, outra na região do ABC e em Curitiba. A previsão é abrir mais sete unidades até o final de 2017. A unidade de Santo André fica na Avenida Prestes Maia, 459, Bairro Vila Guiomar e funciona de segunda a domingo, das 10h às 0h. Mais informações: 95339-3737.



Santo André e a segunda ponte que cai

Por Fabio Picarelli, Advogado e Conselheiro Estadual da OAB por Santo André

A reboque do fenômeno Dória em São Paulo, as ações de marketing da Prefeitura Municipal de Santo André sinalizam para o uso recorrente das redes sociais para “informar” sobre ações como limpeza de parques ou uma vistoria na abandonada Chácara Baronesa. Ciente dos problemas ali encontrados, evidentemente, afinal muitos dos gestores faziam parte da administração passada, o uso de mídias sociais demonstra de forma instantânea quais são as prioridades da municipalidade “em tempo real”, evidenciando um dinamismo que anima o cidadão, que clama por ações e resultados no seu cotidiano.

Seria louvável, se a nossa realidade fosse igual àquela encontrada na principal cidade da América do Sul, que está entre as três principais metrópoles do mundo. Santo André tem feridas abertas e problemas estruturais sérios, principalmente no que se refere a total falta de investimentos em grandes obras viárias e de infraestrutura.

Picarelli: "mais ação, menos marketing" | Foto: Arquivo

Nesta semana, enquanto o marketing caminhava a passos largos na internet, ocorreu um sério problema no principal acesso ao bairro Campestre e via Anchieta, na ponte da rotatória da Avenida dos Estados, próximo à estação de trem Prefeito Saladino. O Departamento de Trânsito no fim da noite de 17/01 interditou a ponte porque o asfalto cedeu. População em geral e principalmente os moradores do segundo subdistrito sentiram-se prejudicados e atrasaram os seus horários de trabalho. Graças a Deus não ocorreram vítimas.

O problema não é novidade. Na gestão passada, outra ponte sobre o rio Tamanduateí na Avenida dos Estados, localizada entre os viadutos Adib Chammas e Pedro Dell’Antonia, cedeu em decorrência do mesmo fato gerador. A obra contratada de forma emergencial demorou seis meses para ser entregue e custou aproximadamente R$ 5 milhões aos cofres do município.  

Mas não foi feita nenhuma manutenção preventiva nas outras alças de acesso. Sem planejamento, vamos remendando a cidade. Enquanto isso o caos no trânsito fica por conta da população e a queda da ponte vai pra conta de São Pedro e das chuvas de verão. 

Como se vê as ações publicadas nas redes sociais causam pouco impacto na vida do cidadão mais simples e são mera obrigação do Poder Executivo. 

Queremos uma Santo André mais limpa, Unidades de Saúde que funcionem, ruas sem buracos, Transporte Coletivo com preço justo. Sem falar nas Creches e Escolas Municipais onde os alunos tenham uniforme e merenda escolar de qualidade. Jogar a culpa em governos anteriores já não cola. Mais ação, menos marketing!



Ciclistas entram com ação contra mudança de velocidade nas marginais da capital

A Ciclocidade - Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo entrou na tarde de ontem (19/1) com uma Ação Civil Pública para tentar barrar o aumento das velocidades nas Marginais Pinheiros e Tietê. O pedido baseia-se principalmente no fato de que a Prefeitura tem sido incapaz de dar garantias de que a medida não coloca em risco à vida de quem circula por aquelas vias

“Não dá para testar programas desse porte em vidas humanas”, resume Rene Fernandes, diretor da Ciclocidade. “Quando o presidente da CET fala do programa Marginal Segura, considera melhorar a fluidez do tráfego e o número de veículos, mas ignora a possibilidade de atropelamentos e colisões que vão ocasionar lesões corporais e mortes", completa.

O princípio básico da engenharia de mobilidade é preservar a vida e a saúde das pessoas - não apenas fazer com que cheguem mais rápido nos lugares. As Marginais Pinheiros e Tietê são talvez os corredores por onde mais circulam pessoas, em todos os modos de transporte. Em dezembro, a Ciclocidade e a Cidadeapé - Associação pela Mobilidade a Pé em São Paulo, que apoia a Ação Civil, realizaram duas contagens conjuntas de pedestres e ciclistas. Em apenas um ponto da marginal Pinheiros, mais de 19,3 mil pedestres circularam no período entre 6h e 20h, horário em que o levantamento costuma ser realizado; na ponte da Freguesia do Ó, na Marginal Tietê, foram 643 ciclistas.

Anunciado ao final de dezembro do ano passado, o aumento das velocidades nas marginais está previsto para acontecer no próximo dia 25/1. Porém, a menos de uma semana do início do programa "Marginal Segura", a implantação não contou com a realização de audiências públicas, debates técnicos e só foi apresentada para o Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT) após forte pressão das próprias conselheiras e conselheiros.

Durante a apresentação ao CMTT, o Secretário Municipal de Mobilidade e Transportes aumentou as incertezas ao anunciar um suposto ganho de 15 minutos para motoristas que cruzam ambas as marginais de ponta a ponta. Para ganhá-los, no entanto, esses mesmos motoristas teriam que desrespeitar as velocidades permitidas tanto nos limites atuais da via expressa (70km/h) como nos pretendidos (90km/h), uma vez que a diferença de tempo para quem trafega dentro das duas máximas permitidas somaria 9 minutos.

“Tais pretensões da gestão municipal violam frontalmente os direitos previstos na legislação aplicável de todos os usuários dessas vias, colocando-os em risco, sem qualquer argumento minimamente plausível que justifique o retrocesso de aumentar os limites máximos de velocidade”, escreve na peça o advogado João Paulo Ferreira, representante da Ciclocidade. “A medida despreza por completo todos os mecanismos exigidos pela legislação de participação popular na gestão da política de trânsito, ao impor novos padrões de velocidade sem o adequado debate com a sociedade civil e com a comunidade científica, ambos com grandes contribuições para o tema”, finaliza.

O arcabouço jurídico vigente prevê, para garantir a segurança de pedestres e ciclistas, a adoção de medidas de redução de velocidades de veículos automotores, além da participação social efetiva nas políticas de mobilidade. Entre tais normas estão a Política Nacional de Mobilidade Urbana, o Plano Diretor Estratégico da cidade de São Paulo e o Plano Municipal de Mobilidade Urbana.



A ação da Ciclocidade pede a concessão de tutela de urgência liminar, determinando que a Prefeitura se abstenha de praticar qualquer ato, mesmo que preparatório, que implique no aumento das velocidades máximas de tráfego nas Marginais Pinheiros e Tietê. Requer também que o programa “Marginal Segura” seja submetido à efetiva apreciação e discussão no Conselho Municipal de Trânsito e Transporte, com tempo hábil para respostas, que haja audiências públicas e debates técnicos com especialistas sobre o tema e que seja demonstrado tecnicamente que o aumento das velocidades máximas não irá acarretar no aumento de colisões ou atropelamentos.


Prefeito Paulo Serra decreta luto pela morte do ministro

Da Redação 

O prefeito de Santo André, Paulo Serra, decretou hoje (20) três dias de luto oficial pelo falecimento do ministro do Superior Tribunal Federal, Teori Lavascki, ocorrido na tarde de ontem, após acidente aéreo em Paraty (RJ).


O ministro Zavascki era o relator da Lava Jato no STF | Foto: Antônio José Cruz/ABr

Buscas no local 

Os corpos de Zavascki e do empresário Carlos Alberto Fernandes Filgueiras, dono do avião, e de uma mulher ainda não identificada já estão no Instituto Médico-Legal de Angra dos Reis para a necropsia. Eles foram resgatados hoje cedo, após o reinício das buscas no local do acidente, próximo à Ilha Rasa, a menos de 2 quilômetros da areia. No momento, não chove na região, mas o céu está nublado, com o mar revolto e com a visibilidade do fundo do mar prejudicada. Os corpos devem ser liberados ainda hoje.

As buscas, feitas por mergulhadores do Grupamento de Buscas e Salvamento do Rio de Janeiro, estão concentradas agora na retirada dos corpos do piloto Osmar Rodrigues e de outra mulher, que viajava com o grupo, ainda não identificada. As vítimas estão presas nas ferragens da aeronave, a uma profundidade de aproximadamente 4 metros. (Com ABr) 


Alckmin autoriza programa Pró-Billings em São Bernardo do Campo

Da Redação

Nesta sexta-feira (20), o governador Geraldo Alckmin esteve no Parque Municipal Estoril, em São Bernardo do Campo, para autorizar o lançamento da licitação que dará prosseguimento as obras do programa Pró-Billings. Na ocasião, também será inaugurado o Sistema de Esgotamento Sanitário do Riacho Grande. 

Governador Geraldo Alckmin | Foto: Secom/SP 
O investimento total do Pró-Billings é de R$ 250 milhões, com recursos da própria Sabesp, do BNDES e da JICA (Agência Japonesa de Cooperação Internacional), que beneficiará 250 mil habitantes de São Bernardo do Campo. A primeira fase do Pró-Billings abrange diversos bairros de São Bernardo do Campo.

Programa 
O Pró-Billings prevê ligações domiciliares de esgoto, assentamento de 105 quilômetros de redes coletoras de esgoto, 33 quilômetros de coletores-tronco e a implantação de três estações elevatórias de grande porte para exportação dos esgotos da bacia Billings, margem norte, até a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) ABC. Também serão executados sistemas de esgotamento sanitário em comunidades isoladas.