quinta-feira, 21 de março de 2019

Mecânica para mulheres é tema de aula gratuita em Santo André

Da Redação

Para que todas as mulheres fiquem por dentro de como cuidar do veículo e saberem mais sobre diagnósticos, falhas e defeitos, a Escola do Mecânico de Santo André promove um encontro na próxima segunda-feira (25), às 18h30. A aula abordará o básico do funcionamento de um automóvel, bem como os principais itens de manutenção preventiva.

A iniciativa é em comemoração ao mês das mulheres e também faz parte da campanha #Mulhertambémpode, que tem como objetivo contribuir com o aprendizado sobre mecânica e manutenção de veículos.

Saiba mais em: https://www.escoladomecanico.com.br/mulher_tambem_pode.php

Instalações

A Escola do Mecânico de Santo André oferece formação em Mecânica Automotiva, Lubrificação e Troca de Óleo, Elétrica e Injeção Eletrônica Automotiva, Mecânica de Motocicleta, Gestão de Negócio para o Segmento Automotivo, Balconista de Autopeças e Instalação de Som e Acessórios.
Em uma instalação de 430m², com quatro salas de aulas, além de uma oficina para aulas práticas, a Escola do Mecânico de Santo André oferece conteúdo em ambiente favorável ao estudante, com professores capacitados e especializados.

Serviço
Aula experimental - Escola do Mecânico de Santo André
Quando: segunda-feira (25/03), às 18h30
Endereço: Rua General Glicério, 607 – Centro – Santo André
Inscrições gratuitas pelos telefones: 11 4319 8910 | 11 9 9014 2215 (WhatsApp)

São Bernardo está entre as cidades contempladas com R$ 25 milhões em mobilidade

Da Redação

Estímulo à Mobilidade Urbana e a melhoria das condições de transporte público são as principais vantagens obtidas para os moradores de São Bernardo com a entrega de 25 novos ônibus articulados para o Corredor Metropolitano ABD, realizada nesta quarta-feira (20).

Foto: Divulgação
O evento, realizado na sede da operadora Metra, contou com a presença do governador João Doria, do prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, do secretário de Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, da deputada estadual Carla Morando e demais autoridades.

Para a aquisição dos novos veículos  foram investidos R$ 25 milhões,  que beneficiam a Mobilidade em São Bernardo e cidades vizinhas, como Santo André e Diadema, e entram em operação ao longo do mês de março.

Os ônibus contam com acessibilidade total, ar condicionado, suspensão pneumática, transmissão eletrônica, wi-fi e carregador USB. Os modelos têm capacidade para 154 passageiros.

Impacto

Para o prefeito Orlando Morando, a entrega representa um ganho regional na qualidade da mobilidade da população. “É importante porque quanto mais se melhora o transporte, mais pessoas ficam estimuladas a deixarem seus carros em casa. O corredor é um modelo, sendo muito bem avaliado pela população e que transporta diariamente 300 mil pessoas”, destacou.

Na visão do governador João Doria, os novos veículos atendem ao padrão de qualidade exigida pela EMTU. “São ônibus com bancos anatômicos, acessibilidade e que estão dentro do padrão que desejamos para toda a região metropolitana, oferecendo mais agilidade no transporte público. É uma obrigação do Estado e contamos com a cooperação das concessionárias”, comentou.

Peça teatral sobre Vladimir Herzog reestreia no Sesc Santo André

Da Redação

Na manhã do dia 25 de outubro de 1975, o dramaturgo e diretor de jornalismo da TV Cultura, Vladimir Herzog, chegava voluntariamente ao DOI-CODI instalado na rua Tomás Carvalhal, em São Paulo. Ele estava acompanhado do colega de Redação, Paulo Nunes, que foi dispensado na recepção enquanto Vlado era encaminhado para o interrogatório que tiraria sua vida, e o tornaria um dos principais símbolos da brutalidade da ditadura militar no Brasil.

Espetáculo ficará em cartaz em 29,30 e 31 de março | Foto: Jonatas Marques
As circunstâncias do assassinato de Herzog, fotografado em uma cena de falso suicídio forjada pelos militares, é discutida pela Cia. Estável de Teatro no espetáculo Patética, que será apresentado nos dias 29, 30 e 31 de março, no Teatro do Sesc Santo André.

Na peça, uma trupe de artistas de circo está prestes a realizar seu último espetáculo antes da ordem de despejo. Eles então decidem contar pela primeira e última vez a história real de Glauco Horowitz (Herzog), desde a imigração dos pais para o Brasil fugindo da 2ª Guerra, sua carreira profissional durante a Ditadura Civil Militar, a prisão, depoimentos no DOI-Codi, até a morte e a luta da família para provar que ele não cometeu suicídio, mas foi assassinado. Ao contar a história, a trupe de artistas sofre com diversas ameaças e críticas, e se deparam com o possível fechamento do circo por discutir a morte de Horowitz em suas apresentações. O texto foi escrito em 1976 por João Ribeiro Chaves Neto, dramaturgo e cunhado de Herzog.

Além de se construir a partir de uma denúncia sobre a tortura no Brasil, o espetáculo Patética dialoga com questões estéticas da dramaturgia contemporânea ao utilizar linguagens do metateatro, em que o texto do próprio espetáculo é colocado como tema de realização da peça.

O texto de Patética passou por uma trajetória controversa: foi premiado no Concurso Nacional de Dramaturgia em 1977, mas teve a premiação suspensa e foi censurada pelo regime militar. A peça foi liberada apenas em 1979 e encenada primeiramente por Celso Nunes, com cenários e figurinos elaborados por Flávio Império.

A montagem da Cia. Estável de Teatro posiciona o picadeiro no centro do espaço cênico, com a plateia sentada a seu redor em três lados distintos. A disposição do palco permite que o público assista às cenas e seja assistido simultaneamente. Acima dos atores e plateia estica-se uma lona que sugere o céu, e recoloca todos ali presentes sob o mesmo relento. Na tela do fundo, projeções de imagens complementam a colagem tridimensional dos cenários.

Com direção de Nei Gomes, atuação de Juliana Liegel, Miriele Alvarenga Zhel, Osvaldo Pinheiro, Paula Cortezia e Sérgio Zanck, o espetáculo converge com a pesquisa estética e o posicionamento politico da Cia, desde as relações do modo de organização circense, até os processos vivenciados pela modificação do espaço urbano ocasionados por interesses políticos.

Sobre a Cia. Estável de Teatro

Formado na escola de teatro da Fundação das Artes de São Caetano do Sul, a Cia. Estável de Teatro tem como premissa de sua pesquisa a criação em conjunto com a comunidade onde está inserida. O primeiro projeto do grupo foi o Amigos da Multidão, realizado no teatro distrital Flávio Império, em Cangaíba, zona leste de São Paulo, onde desenvolveu uma programação diária com oficinas, espetáculos artísticos, saraus e apresentações de peças de seu próprio repertório.

Ao longo de 16 anos de trajetória, a Cia. produziu sete espetáculos, como O Auto do Circo (2004), Homem Cavalo & Sociedade Anônima (2008), A Exceção e a Regra (2014), entre outros. Instalada em um albergue para moradores de rua no centro de São Paulo, a Cia. desenvolve diferentes projetos e oficinas, além de já ter publicado o livro Das Margens e Bordas – Relatos de Interlocução Teatral Cia Estável 10 Anos, em comemoração a uma década de existência do grupo.

Patética, com Cia. Estável de Teatro
Dia 29, sexta-feira, às 21h.
Dia 30, sábado, às 20h.
Dia 31, domingo, às 19h.
Ingressos em R$ 20,00 (inteira), R$ 10,00 (meia-entrada) e R$ 6,00 (trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes com Credencial Plena). Disponíveis no Portal Sesc SP e nas Bilheterias da Rede Sesc.
Recomendação etária: 16 anos.


Posto de Atendimento do Semasa em Santa Terezinha está fechado

Por Vitor Lima

As chuvas que castigaram o ABC no início da semana passada ainda geram transtornos para os moradores de Santo André, especialmente para a população do 2° Subdistrito da cidade. Os munícipes que necessitam de atendimento do Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) não podem recorrer ao Posto de Atendimento de Santa Terezinha (Alameda Vieira de Carvalho, 35).

Site do Semasa informa sobre a interdição,
mas não esclarece sobre a reabertura | Imagem: Reprodução 
O local segue interditado desde do dia 11, em virtude das chuvas. Por nota, o Semasa esclarece que a unidade sofreu com os alagamentos que atingiram a região, “o que provocou perda de toda a parte de telefonia e elétrica”, além de citar “danos em mobiliários”, inclusive do piso elevado. “A unidade precisou ser fechada já no dia 11 de março para a remoção dos equipamentos atingidos, limpeza, desinfecção, pintura, além da instalação de novos equipamentos e mobília, inclusive de novo piso”, esclarece o documento enviado ao Ponto Final.

A estimativa é que o local seja reaberto no “início de abril”. No momento, os moradores que necessitam de atendimento da autarquia são orientados a procurar o Posto de Atendimento do Parque das Nações (Rua Iugoslávia, 33) ou do Centro (Avenida José Caballero, 249). De acordo com a nota, um funcionário permanece de plantão, entre 8h e 17h, “para orientar e esclarecer usuários sobre os motivos do fechamento”.

Decisão sobre Metrô no ABC deve sair em 90 dias

Da Redação

Durante entrega de 25 novos veículos para o Corredor Metropolitano ABD (linha de trólebus), o governador João Doria afirmou que irá anunciar em, no máximo, 90 dias uma definição sobre o futuro da linha 18-Bronze do Metrô, que prevê ligar as cidades de São Paulo, Santo André, São Bernardo do Campo e São Caetano do Sul por meio de monotrilho.

Por ter caráter regional, o projeto é acompanhado de perto pelo Consórcio Intermunicipal Grande ABC, que, no início deste mês, entregou ao governador uma lista de demandas das sete cidades a serem realizadas pelo governo estadual, incluindo a implementação de uma linha de transporte em massa na região.
João Doria esteve no ABC ontem (20) e anunciou a medida | Divulgação
“A efetivação da linha 18-Bronze do Metrô é uma demanda regional de extrema importância e que aguarda solução há muitos anos. Por isso, o anúncio de um posicionamento efetivo por parte do governador João Doria nos permite avançar com o planejamento para melhorar a Mobilidade Urbana nos sete municípios, o que é uma das prioridades do novo modelo de gestão que estamos implantando no Consórcio”, afirma o presidente da entidade regional e prefeito de Santo André, Paulo Serra.

Doria disse que foi formado um grupo de estudos, coordenado pelo secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, para tratar do assunto. Em agosto de 2014, o governo estadual assinou PPP (Parceria Público-Privada) para construção e operação da linha, mas o projeto ainda não foi iniciado por falta de recursos para as desapropriações.

“Esse grupo vai fazer análise do melhor modal a ser implantado na região, aquele que pode ser implantando no menor tempo possível, oferecendo funcionalidade, eficiência, velocidade, capacidade de transporte, segurança e conforto. A decisão que for estabelecida por esse grupo de trabalho, levando em conta esses aspectos, é a orientação do governador e será adotada”, argumenta Doria. “Creio que, no máximo, em 90 dias, teremos condições de informar qual o modal. Daí, temos todo o processo a ser iniciado. Estamos atentos a isso”, completou.

Novos veículos para a linha de trólebus

Foram entregues, nesta quarta-feira (20/3), 25 novos ônibus articulados para o Corredor Metropolitano ABD, popularmente conhecido como linha do trólebus, que é gerenciado pelo Governo do Estado. O sistema beneficia as cidades de Santo André, São Bernardo, Diadema e Mauá, fazendo a ligação desses municípios do Grande ABC com a capital.

Os novos coletivos têm capacidade para transportar 154 passageiros cada, sendo 53 sentados e 101 em pé. Os veículos substituirão 22 – mais antigos e com menor capacidade – operados pela concessionária Metra na linha 376, que transporta cerca de 25 mil passageiros por dia. Os ônibus adquiridos possuem 21 metros de comprimento, motor a diesel Euro V e contam com ar-condicionado, suspensão pneumática, transmissão eletrônica, wi-fi e carregador USB.

“O reforço de 25 novos ônibus para o trólebus, operando no Corredor Metropolitano ABD, melhora o acesso ao transporte público e a agilidade nas viagens que passam, sobretudo, por Santo André, São Bernardo, Diadema e Mauá. Garantir qualidade, segurança, agilidade e conforto aos usuários do transporte público no Grande ABC é prioridade para o Consórcio Intermunicipal Grande ABC”, afirmou Paulo Serra.

Temer é preso em desdobramento da "Operação Lava Jato"

Da Redação com ABr

O ex-presidente Michel Temer foi preso preventivamente, na manhã de hoje (21), em São Paulo, de acordo com a Polícia Federal. Temer está no Aeroporto Internacional de Guarulhos, de onde seguirá para o Rio de Janeiro. No Rio, fará exame de corpo de delito e será encaminhado à sede da instituição.

Prisão preventiva tem como base o pagamento de R$ 1 milhão em propina pela Engevix, com conhecimento de Temer | Foto: Marco Correa/PR
A prisão foi determinada pelo juiz federal Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Federal Criminal do Rio, responsável pelas ações de desdobramento da Operação Lava Jato. O ex-ministro de Minas e Energia da administração emedebista Moreira Franco também é alvo dos agentes nesta quinta-feira.

A Operação Descontaminação investiga desvios na Eletronuclear. Ao todo, foram expedidos oito mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 24 de busca e apreensão no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Paraná e Distrito Federal.

De acordo com nota da PF, "a investigação decorre de elementos colhidos nas Operações Radioatividade, Pripyat e Irmandade, deflagradas anteriormente e, notadamente, em razão de colaboração premiada firmada pela Polícia Federal.

Filiado ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Temer assumiu a Presidência da República em maio de 2016, depois do processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. Ao longo de sua trajetória política, Temer foi presidente da Câmara dos Deputados, secretário da Segurança Pública e procurador-geral do estado de São Paulo.

Detalhes da operação serão esclarecidos em entrevista coletiva nesta quinta-feira (21), às 16h, na sede da PF, no Rio de Janeiro. Mas a prisão teve como base a delação de José Antunes Sobrinho, dono da Engevix, que informou à Polícia Federal que pagou R$ 1 milhão em propina, a pedido do coronel João Baptista Lima Filho (amigo de Temer), do ex-ministro Moreira Franco e com o conhecimento de Temer. A Engevix fechou contrato em um projeto da usina de Angra 3.

Partido
O MDB lamenta a postura açodada da Justiça à revelia do andamento de um inquérito em que foi demonstrado que não há irregularidade por parte de Temer e do ex-ministro Moreira Franco. O MDB espera que a Justiça restabeleça as liberdades individuais, a presunção de inocência, o direito ao contraditório e o direito de defesa.

quarta-feira, 20 de março de 2019

Estação Santo André terá exames de pressão arterial nesta quinta-feira

Da Redação

Nesta quinta-feira (21/3), quem passar pela Estação “Prefeito Celso Daniel” Santo André, que atende a Linha 10-Turquesa da CPTM, poderá aferir a pressão arterial gratuitamente. A ação será realizada das 11h30 às 15h.

Pessoas acima de 20 anos devem aferir a pressão, pelo menos, uma vez por ano | Foto: reprodução
A hipertensão acomete 25% da população brasileira e é a responsável por cerca de 300 mil mortes por ano no País, segundo dados do Ministério da Saúde. A doença não tem cura, mas pode ser tratada e controlada através de medicamentos e alimentação.

Seus principais sintomas incluem dores no peito, na cabeça, tonturas, zumbido no ouvido, fraqueza, visão embaçada e sangramento nasal. A única maneira de diagnosticar a doença é aferindo a pressão regularmente.

Pessoas acima de 20 anos devem realizar a medição uma vez por ano. Se houver hipertensos na família, o exame deve ser realizado no mínimo duas vezes ao ano.

A iniciativa é realizada com apoio da CPTM, que abre espaços em suas estações para a realização de atividades ligadas a promoção de saúde e bem-estar dos passageiros.