quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

Sabina ganha sete filhotes de pinguins

Da Redação

O Pinguinário da Sabina ganhou sete novos moradores. São os filhotinhos de pinguins-de-magalhães que nasceram na temporada reprodutiva deste ano. O primeiro filhote saiu do ovo no dia 20 de novembro e o último, no dia 3 de dezembro. Agora os novos habitantes estão sob os intensos cuidados dos pais e o acompanhamento da equipe de biólogos e veterinários do espaço. Neste ano, entre os 28 pinguins do recinto, foram formados nove casais, que geraram 17 ovos.

Animais monogâmicos, os pinguins são escolhendo parceiros para a vida toda. O período de acasalamento acontece na primavera, e a postura dos ovos a partir de setembro. Nessa época do ano, os biólogos espalham feno pelo chão do Pinguinário, para que os pinguins façam seus ninhos. Eles escolhem, então, um bom lugar protegido, ou seja, uma das pequenas tocas, colocadas no local estrategicamente pelos biólogos.

Dos 17 ovos pro processo reprodutivo, sete geraram filhotes | Foto: Alex Cavanha/PSA
O Pinguinário da Sabina Escola Parque do Conhecimento possui um tanque de água salgada com capacidade para 110 mil litros e 33 m² de parte seca. O local tem cenografia que simula o ambiente natural da Patagônia, local de origem dos pinguins.

A reprodução exitosa dos pinguins do Pinguinário é motivo de orgulho para a equipe da Sabina. “Esse resultado é sinal de que estamos desenvolvendo um trabalho muito bom com os pinguins. Significa que eles estão bem, em bom estado de saúde e bem adaptados ao ambiente”, comemorou a coordenadora da Sabina, Éricka Spingmann. Ao todo, 22 filhotes de pinguins já nasceram na Sabina desde 2013.

O Pingunário foi inaugurado em 2009 e o primeiro ovo foi botado em 2012. Desde então, o número de ovos cresce a cada ano. Em 2013, foram oito ovos e nasceu um pinguim. Em 2014, foram 10 ovos, dos quais nasceram dois pingüins. Em 2015, foram botados 12 ovos e nasceu apenas um filhote. Já em 2016, quando foram botados 12 ovos na Sabina, nasceram quatro filhotes. Em 2017, o número de ovos foi ainda maior: 16 ovos, com sete nascimentos. Neste ano de 2018, também nasceram sete, mas o numero de ovos foi o maior até agora, 17 ovos.

Ao todo, em cinco anos, 22 filhotes de pinguim já nasceram na Sabina, que conta com a parceria do Instituto Argonautas para Conservação Costeira e Marinha.

De acordo com a bióloga Catherina Bartalini, nem todos os ovos vingam, pois não foram fecundados. “Esperamos cerca de 40 dias, que é o tempo médio de gestação e alguns dias a mais. Durantes este período fazemos ovoscopias, um exame que nos permite verificar o desenvolvimento do filhote dentro do ovo”, explicou. Esse exame também auxilia na confirmação de que o ovo foi fecundado para que possa ser retirado do ninho, a fim de dar mais conforto aos pais. Machos e fêmeas revezam igualmente o tempo de cuidados com os bebês e só com cerca de três meses os pinguinzinhos estão prontos para dar seu primeiro mergulho.

Espécie 

Os pinguins-de-magalhães (Spheniscus magellanicus) são aves marinhas com o corpo adaptado para viverem na água. Não voam, e têm suas asas modificadas em nadadeiras. São animais com aproximadamente 70 cm de altura e cerca de 5 kg. Apresentam uma plumagem preta no dorso e branca no ventre e pescoço, bem distintas após a primeira troca de penas, que ocorre quando eles completam um ano.
Foto: Alex Cavanha/PSA
Esta espécie de pinguim vive em uma zona de clima temperado, podendo sofrer variações na temperatura do ambiente de 7 a 35 °C, sendo encontrada na Patagônia argentina e chilena, formando grandes colônias, chamadas de “Pinguineiras”.

É uma espécie que possui dois períodos de vida distintos. Um deles é a época reprodutiva nos meses de setembro a março, em que se formam casais monogâmicos. A fêmea coloca dois ovos em ninhos construídos em tocas ou aos pés das árvores, que são chocados por 40 dias. O casal divide o cuidado parental como a incubação e os primeiros cuidados com os filhotes por aproximadamente 3 meses. O outro período é a época não reprodutiva, entre os meses de abril e setembro, quando os pinguins passam a maior parte do tempo na água, geralmente se alimentando.

No período não reprodutivo, as aves saem em busca de alimento se aventurando por distâncias mais longas, podendo chegar ao nosso litoral sudeste, buscando peixes, lulas e pequenos crustáceos. Normalmente nadam em grupos de 20 ou mais indivíduos. É nesta ocasião que eles são encontrados, muitas vezes fracos, debilitados e necessitando de cuidados. Estes animais são encaminhados a Centros de Reabilitação de Animais Marinhos, como o Instituto Argonauta para Conservação Costeira e Marinha.

Mais informações sobre a Sabina e o Planetário e Cinedome pode ser obtidas no site http://sabina.santoandre.sp.gov.br/

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

Detran constata fraude em autoescola de Santo André

Da Redação

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) flagrou, nesta última segunda-feira (10), irregularidade cometida pela autoescola Industrial, em Santo André. Durante ação de fiscalização, realizada após denúncia na Ouvidoria, agentes do Detran.SP verificaram que uma aula prática para a categoria A (moto), que estava registrada no sistema e-CNH para acontecer naquele horário, não estava ocorrendo. O veículo, que deveria estar sendo utilizado em aula, encontrava-se parado em um estacionamento próximo.

O aluno da aula em questão, agendada no e-CNH das 18h00 às 18h50, alegou que realizou aula diurna e que teria voltado à autoescola apenas para colocar a digital nos horários de abertura e encerramento da aula noturna.

O e-CNH é um sistema eletrônico de registro de aulas que permite ao órgão fazer o rastreamento de todas as etapas de habilitação, desde as aulas teóricas até a presença dos alunos nas aulas práticas, veículos utilizados e instrutores escalados.

Um boletim de ocorrência foi registrado no 4º DP de Santo André por inserção de dados falsos em sistema de informação (artigo 313-A). Além disso, a autoescola terá suas atividades suspensas preventivamente por 30 dias e responderá a processo administrativo no Detran.SP, que poderá resultar no seu descredenciamento. Como garante a Constituição Federal, a empresa terá direito a apresentar defesa antes da conclusão do processo.

A Ouvidoria do Detran.SP pode ser acionada pelo portal www.detran.sp.gov.br ou diretamente por aqui. É garantido sigilo absoluto ao denunciante.


Suzantur encerra 2018 renovada

Da Redação

Nos últimos anos ocorreram diversas inovações no sistema de transporte de passageiros do município de Mauá, operado pela companhia Suzantur. De acordo com relatório divulgado pela empresa, em 2018 não foi diferente: o ano foi marcado por conquistas e comodidades foram disponibilizadas aos clientes do transporte público com novos ônibus, conectividade, conforto, qualidade e segurança. Abaixo, confira mais detalhes das iniciativas implantas ao longo do ano.

A renovação da frota, com cem novos ônibus,
foi um dos destaques do ano | Foto: Divulgação
Renovação da frota

O crédito que a Suzantur recebeu junto à Caixa Econômica Federal permitiu que a empresa adquirisse cem novos ônibus para a sua frota em Mauá. O programa “Refrota” foi anunciado pelo Governo Federal em dezembro de 2016 e recebeu a adesão pioneira da Suzantur, para melhorar o serviço oferecido ao cliente do transporte público mauaense.

CittaMobi

Desde junho de 2018 a população de Mauá pode acompanhar o horário dos ônibus em tempo real, saber as previsões de chegada com mais precisão e traçar as melhores rotas para o seu cotidiano por meio do aplicativo Cittamobi.

Cartão SIM Cidadão

O Cartão SIM Cidadão trouxe melhorias ao transporte público de Mauá. Com a aquisição do Cartão SIM Cidadão o cliente passou a ter mais facilidade, agilidade e segurança no embarque e nos terminais, não sendo necessário pagar com dinheiro todos os dias, mas apenas fazendo a recarga do valor que desejar.

Conectividade

A Suzantur oferece a todos seus clientes o serviço de internet sem fio (Wi-Fi) gratuito, basta entrar no site e se cadastrar para poder utilizar o benefício. Além disso, estão disponíveis nos ônibus portas USB para realizar a recarga de bateria de smartphones.

Biometria facial

As câmeras nas catracas fazem o reconhecimento facial instantaneamente do cliente, ao cruzar as informações com os cadastros fotográficos existentes no banco de dados, sem alterar o tempo de embarque. O processo permite detectar usos indevidos dos cartões, gerando mais segurança.

Simulador de direção

O curso voltado para motoristas de carga e de passageiros é uma parceria com o Sest Senat e permite que os funcionários da Suzantur se tornem condutores mais completos, assim, contribuindo para uma direção segura.


Vereador Jander Lira reúne 400 apoiadores em prestação de contas

Da Redação

O vereador Professor Jander Lira (PP) organizou evento para prestar contas sobre os dois anos de seu mandato, no último sábado (8), em buffet no bairro São José, em São Caetano do Sul. A prestação de contas reuniu cerca de 400 apoiadores, entre munícipes e lideranças regionais, e apresentou os principais feitos do parlamentar na Câmara de vereadores.

Jander frisou seu protagonismo à frente de demandas importantes para a população e a oposição ao atual governo. Sua atuação pelo fim da taxa do lixo e a defesa pela manutenção do ensino médio gratuito na cidade foram alguns destaques.

Jander cumpre primeiro mandato na Câmara | Foto: Pablo Washington
Além disso, o parlamentar enalteceu a chegada de três novas ambulâncias para a cidade e recursos destinados para o recapeamento de diversas vias. Ambas as vitórias (de R$ 1,5 milhão e R$ 300 mil, respectivamente) foram conquistadas com verbas federais, fruto da articulação política do vereador.

“Conseguimos realizar grandes feitos nesses primeiros dois anos, aprovando projetos e fiscalizando as ações do atual governo, apontando as ações equivocadas e buscando indicar os melhores caminhos. A prestação de contas é um importante momento para esclarecer nosso trabalho na Câmara e também para ouvir novas demandas da população”, comenta o vereador, que é líder da bancada progressista na Casa.

Apoiadores querem Jander na Prefeitura


Foto: Pablo Washington 
No evento, ganhou força o pedido dos apoiadores para que o vereador se candidate à Prefeitura da cidade no próximo pleito, em 2020. O analista de sistemas, Tiago Amaro, é um dos entusiastas da ideia: “Moro em São Caetano há 30 anos, acompanho o trabalho do Jander e acho que ele está preparado para comandar a cidade. A atuação dele no Executivo e agora na Câmara o credencia para isso”, defende.

“Eu fico muito feliz com os pedidos e acho que isso comprova que temos feito um bom trabalho na Câmara”, afirma Jander, para em seguida despistar sobre o assunto. “Mas ainda é muito cedo para tratar disso. Por enquanto, o objetivo é continuar fazendo nosso trabalho bem feito, sendo uma oposição responsável e contribuindo com a cidade”, conclui.

Jander cumpre seu primeiro mandato no Legislativo, para o qual foi eleito com 1.343 votos. Anteriormente, contudo, o professor esteve à frente da Secretária de Cultura, entre 2013 e 2016.




segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Árvore de Natal feita de lixo é atração em Ubatuba

Da Redação

O Aquário de Ubatuba, o Projeto Tamar e o Instituto Argonauta instalaram mais uma vez a árvore de Natal usando como enfeites o lixo recolhido durante as operações de limpeza de praias promovidas ao longo do ano pelas três instituições. O monumento de nove metros de altura está na Praça da Baleia. O objetivo é conscientizar a população sobre a responsabilidade individual e coletiva com o lixo que anualmente mata milhares de animais marinhos.

Árvore de Natal feita com o lixo recolhido no mar e nas praias | Foto: Matheus Giordano
A limpeza de praias e a montagem da árvore contaram com a participação de estagiários das instituições, jovens do Programa de educação ambiental do Projeto Tamar, Nosso Papel de Futuro, do Programa Jovem Aprendiz, e funcionários das instituições.

Desde 1997, o Aquário de Ubatuba e o Tamar, depois também com o Instituto Argonauta, foram pioneiros no Brasil em realizar mutirões de limpezas de praias. O marco foi o lançamento da campanha “Contra o Lixo no Mar”, que acontece até hoje, todos os anos.

São diversos itens que compõem a Árvore de Natal de lixo | Foto: Zé Alfredo Rodrigues
O diretor do Aquário de Ubatuba e presidente do Instituto Argonauta, oceanógrafo Hugo Gallo, conta que "a ideia de construir uma árvore de Natal com o lixo recolhido nas praias me ocorreu em vista da necessidade de sensibilizar os turistas, os moradores e as autoridades sobre a destinação correta dos resíduos sólidos, decorrentes do lixo doméstico, que tendem a aumentar nessa época das festividades de final do ano e temporada de verão, além de refletirmos sobre necessárias mudanças nos hábitos de consumo evitando o lixo desnecessário".

Enfeites

Na decoração da árvore podem ser vistos chinelos, garrafas pet, boias de pesca, coletes salva-vidas, brinquedos, escovas de dente, e muitas bolas de enfeites natalinos recolhidas após o acidente com um navio que despejou containers no mar na região de Santos. O acidente ocorreu há mais de um ano, depois que navio Log In Pantanal lançou no mar da baía de Santos 46 containers e parte das mercadorias que transportava, até hoje encontradas nas praias do litoral Norte de São Paulo. Na árvore também existem redes de pesca usadas, doadas pela Polícia Ambiental e ‘’redes fantasma’’, recolhidas do mar, além de uma corda retirada do corpo de uma baleia pela equipe embarcada do Instituto Argonauta.

Ao lado da árvore, as pessoas podem ver uma faixa com uma mensagem natalina: “O Aquário de Ubatuba, o Instituto Argonauta e o Projeto Tamar desejam a todos um Feliz Natal e um lindo 2019 sem nenhum lixo no mar!”.



Procon móvel atende em Santo André amanhã

Da Redação

O Procon de Santo André, em parceria com a Fundação Procon-SP, prestará nesta quarta-feira (12) atendimento gratuito aos consumidores na Rua Coronel Oliveira Lima (Largo da Estátua), no Centro. Na ocasião, o público receberá orientações por meio do “Procon Móvel”, que funcionará das 9h às 16h.

Atendimentos serão feitos das 9h às 16h | Foto: divulgação
A diretora do Procon de Santo André, Doroti Gomes Cavalini, comenta que com as compras tradicionais de fim de ano é importante que os consumidores estejam cientes dos seus direitos: “Estaremos à disposição para esclarecer dúvidas e informar sobre evitar compras por impulsos, verificar se as compras têm direito à troca, cuidados com o uso do cartão de crédito, entre outras informações”.

Para tirar dúvidas e registrar reclamações, os munícipes também têm à disposição o atendimento na sede do Procon de Santo André, que fica na Rua Arnaldo, 49, na Vila Bastos. É necessário que o consumidor seja morador da cidade. Para situações de primeiro atendimento, o horário é de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com distribuição de senhas.

Vale lembrar que não existe agendamento prévio. O consumidor interessado deve trazer cópias do RG (Registro Geral) e do CPF (Cadastro de Pessoa Física), além do comprovante de residência no nome da pessoa e os documentos referentes à reclamação. Caso o titular da reclamação não possa comparecer, deve fazer uma procuração simples para ser representado no atendimento.

Os atendimentos registrados no Procon Móvel serão direcionados para acompanhamento no Procon de Santo André. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3356-9200.



Harvard inscreve para 8ª turma de pesquisa clínica no ABC

Da Redação

A Harvard T.H. Chan School of Public Heath está com inscrições abertas para a 8ª edição do curso de pesquisa clínica “PPCR - Principles and Practice of Clinical Research”, cujas aulas ocorrem em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas de Hematologia e Oncologia da Faculdade de Medicina do ABC (CEPHO-FMABC). As inscrições vão até 31 de dezembro e o objetivo do curso é capacitar profissionais ao desenvolvimento de pesquisa clínica, tendo como bases a metodologia e a expertise de uma das mais conceituadas instituições de ensino e pesquisa do mundo.

Formatura da 7ª turma ocorreu em 10 de novembro: Vitor Mauad, Victor Borducchi, Marcella Savordelli, Lara Pessotto, Clarissa Almeida e Fauze Camargo | Foto: Divulgação

O curso de pesquisa clínica da Harvard tem duração de 9 meses, com encontros semanais no anfiteatro do CEPHO, no próprio campus da FMABC em Santo André (SP). As aulas serão ministradas por professores norte-americanos, que estarão ao vivo via videoconferência. A equipe do CEPHO coordenará os trabalhos presencialmente, assim como as dinâmicas de grupo e demais atividades que necessitem de interação entre os alunos, inclusive com participação de grupos de outras partes do mundo.

Podem se inscrever professores, pesquisadores e alunos interessados em conhecer os conceitos e desenvolver habilidades na área de pesquisa clínica. As aulas ocorrerão às quintas-feiras, das 17h às 20h. Toda a seleção, análises de currículo e dos requisitos mínimos necessários serão feitas diretamente pela equipe da Harvard, assim como a emissão dos certificados de conclusão.

Interessados podem obter mais informações e se inscrever pelo site http://ppcr.org/ppcr/index.php?option=com_rsform&Itemid=289, ou diretamente no CEPHO, com Andressa Valério: (11) 4993-5491 (ramal 542) e andressa.valerio@cepho.org.br.


Parque Celso Daniel ganha Vila de Natal

Da Redação

O clima natalino chegou na última sexta-feira (7) ao Parque Celso Daniel. A Prefeitura inaugurou a Vila de Natal, espaço que conta com iluminação e decoração especial, além de um parque temático. Também faz parte do espaço a Casa do Papai Noel, idealizada pelo Fundo Social de Solidariedade. A iniciativa inédita faz parte de um trabalho desempenhado pela atual administração de resgate do sentimento de orgulho do morador de Santo André. Tudo realizado com equipe própria da Prefeitura e com baixo custo, utilizando materiais reaproveitados.

Foto: Helber Aggio/PSA
"Foi um ano de dificuldades, mas um ano de muitas realizações, falta muito ainda, mas não tenho dúvidas que 2019 vai ser melhor. Uma Vila de Natal inédita, que causa uma surpresa positiva nas pessoas, a gente vê o quanto isso agrada, uma coisa relativamente simples, fruto de criatividade, de muito trabalho, de muito esforço mas, que mostra que com uma boa gestão dá pra fazer mais com menos. Esse grande espírito solidário da cidade, de amor por Santo André, de orgulho, está retornando cada dia mais", afirma o prefeito Paulo Serra.

A Casa do Papai Noel abrirá as portas no próximo domingo (9), às 14h. No local estarão à venda os produtos confeccionados pelos alunos e professores do Fundo Social de Solidariedade. O público poderá visitar a Casa de quinta a domingo, das 15h às 20h. Já a iluminação da Vila de Natal é ligada todos os dias, a partir das 18h30.

Foto: Helber Aggio/PSA
Entre outras atrações de Natal idealizadas pela administração estão a iluminação do prédio da Prefeitura, no Paço Municipal. Mangueiras luminosas em formato de árvore de Natal foram instaladas no edifício, e ficam acesas das 20h às 2h e das 4h30 às 6h30, com ligamento e desligamento automático. Além disso, estão sendo instaladas duas árvores de natal, uma na Praça 14 Bis (Vila Homero Thon) e na Praça Anibal Guedes (Vila Curuçá), em postes que já existiam nesses locais.

No dia 15 de dezembro, o Paço Municipal recebe o tradicional espetáculo de Natal da Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André), realizado em parceria com a Prefeitura. O evento contará com apresentação da Orquestra Sinfônica de Santo André e de Ronnie Packer, cover do cantor Elvis Presley.


Aumenta a procura por material escolar em dezembro

Da Redação

O planejamento financeiro está mudando alguns hábitos dos brasileiros. Por conta disso, muitas famílias estão utilizando parte do 13º salário para comprar os materiais escolares em dezembro. É o caso dos cadernos, mochilas e estojos. A procura desses itens aumentou em 10% na Livraria Curitiba do Shopping de Taboão. Já a busca por livros didáticos subiu 30% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo o diretor comercial da rede, Marcos Pedri.

Vale Cultura pode ser utilizado também na compra dos materiais | Foto: Freepik 
"Percebemos que os pais estão conversando com os filhos, trazendo as listas escolares em mãos e pesquisando todas as opções antecipadamente", afirma Pedri.

Quem adianta a compra dos itens escolares em dezembro evita o aumento de preços da virada do ano - que segue os reajustes da inflação - participa das campanhas dos shoppings para concorrer a prêmios variados, evita as filas de última hora e consegue analisar com mais calma.

Aqueles que recebem o Vale Cultura também podem utilizar o benefício para a compra dos livros didáticos. "O valor de R$ 50 mensais concedido pelo empregador é uma ótima ajuda que pode ser utilizada para a compra dos livros didáticos em todas as 29 lojas do grupo, que ficam no Paraná, Santa Catarina e São Paulo", completa Pedri. Só em 2018, a rede já recebeu mais de 28 mil unidades do Vale Cultura.



sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

Tunico Vieira se encontra com FHC e faz apresentação do Consórcio

Da Redação

Numa de suas últimas iniciativas como Secretário Executivo do Consórcio Intermunicipal Grande ABC, o advogado e professor universitário Tunico Vieira se encontrou na última segunda-feira (3) com o sociólogo Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente do Brasil de 1º de janeiro de 1995 a 1º de janeiro de 2003.

Encontro ocorreu na última segunda-feira (3) | Foto: Divulgação

Durante almoço, FHC agradeceu a visita de Tunico Vieira e disse que o consorciamento das cidades do Grande ABC foi uma das novidades em termos de políticas públicas regionais. “O Grande ABC, sem dúvida nenhuma, foi pioneiro e referência para tantos outros agrupamentos de cidades no Estado de São Paulo. Uma ferramenta que deu certo e tem de continuar a buscar melhorias para a região do Grande ABC”, destacou FHC.

Tunico ofereceu ao ex-presidente do Brasil um pen drive com uma breve apresentação sobre o Consórcio Intermunicipal Grande ABC, um resumo dos projetos implementados. Ao final do encontro, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso desejou boa sorte para Tunico, que viaja no final do ano para Coimbra, onde irá terminar o seu mestrado e lecionar na Universidade de Coimbra.

Fundação Fernando Henrique Cardoso

A Fundação FHC ocupa a sede do antigo Automóvel Clube de São Paulo, no tradicional edifício CBI Esplanada, projetado pelo arquiteto polonês, Lucjan Korngold, no Vale do Anhangabaú, na Zona Central de São Paulo. A Fundação Fernando Henrique Cardoso, anteriormente chamada de Instituto Fernando Henrique Cardoso, é uma fundação brasileira com objetivo histórico de preservar documentação relativa ao Governo Fernando Henrique Cardoso. A Fundação FHC foi inaugurada em 2004. Nos últimos anos, tem aparecido sistematicamente na lista dos mais destacados Think Tanks do Brasil, da América do Sul e do mundo, segundo o ranking do programa de avaliação de Think Tanks da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos.



Centrais sindicais convocam atos em defesa do Ministério do Trabalho nesta terça

Da Redação

Diante da confirmação pelo presidente eleito Jair Bolsonaro da extinção do Ministério do Trabalho, as centrais sindicais estão convocando um dia nacional de atos em defesa do órgão. A previsão é que as manifestações sejam realizadas nesta terça-feira (11) em frente às Superintendências Regionais do Trabalho (SRTE), antigas Delegacias Regionais do Trabalho (DRTs) em todo o país.

Manifestações devem ocorrer em frente às Superintendências Regionais do Trabalho (SRTE) em todo o País | Foto: Reprodução
Em São Paulo, o Sindicato Trabalhadores Serviço Público Federal (Sindsef-SP) e a Central Sindical e Popular Conlutas (CSP-Conlutas) organizam os servidores para o ato na terça-feira (11), às 10h, na entrada da SRTE, situada na Rua Martins Fontes, 109 – Centro.

Para a CSP-Conlutas, a pasta já vinha sofrendo um desmonte nos últimos governos, com falta de verbas e fiscais do trabalho que afetavam o atendimento às demandas dos trabalhadores. Além de ser também alvo de esquemas de corrupção. Agora, a extinção completa é a “gota d’água” que visa acabar com a proteção social e precarizar as condições de trabalho no País.

Com isso, a CSP-Conlutas acredita que é necessária uma ampla unidade de ação de todo o movimento sindical para combater qualquer interferência do Estado e dos patrões nos sindicatos e para defender a autonomia sindical, o direito ao autofinanciamento das entidades e os direitos dos trabalhadores.




quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Loja Solidária do Shopping ABC tem espaço novo

Da Redação

O Núcleo de Inovação Social da Prefeitura de Santo André abriu nesta última terça-feira (4) o novo espaço da Loja Solidária, que fica no piso 1 no Shopping ABC, em Santo André. A mudança teve como objetivo atender a grande demanda de doações.

Loja funciona diariamente no piso 1  | Foto: Ricardo Trida/PSA
Inaugurada no dia 28 de setembro de 2017, a Loja Solidária do Shopping ABC permanece aberta todos os dias para receber diversos tipos de doações, entre elas, roupas e calçados de todos os tamanhos, cobertores, acessórios, material de limpeza e higiene, alimentos não perecíveis, brinquedos, livros, ração e produtos para animais. O espaço também pode receber pilhas usadas, celulares e itens que não podem ser descartados em lixo comum, que serão recolhidos pelo Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) para o descarte correto.

O prefeito Paulo Serra e a primeira-dama e presidente do Núcleo de Inovação Social, Ana Carolina Barreto Serra, estiveram presentes na reabertura da loja. "É um dia muito especial, pois é a expansão da primeira Loja Solidária. Graças à ajuda e solidariedade das pessoas, nós já arrecadamos diversos itens em todas as lojas e distribuímos para 69 entidades sociais do município. Como esta foi uma ideia que deu certo, agora temos este espaço lindo cedido gratuitamente pelo Shopping ABC para recebermos as doações", afirma a primeira-dama.

 A ação, em parceria com os Shoppings ABC, Atrium e Shoppinho Santo André, tem como objetivo estimular a sociedade a exercitar a solidariedade, doando itens que não são mais utilizados, desde que estejam em condições de uso.


terça-feira, 4 de dezembro de 2018

Mulheres vítimas de violência doméstica têm emprego protegido em caso de afastamento

Da Redação

O número de mulheres vítimas de violência doméstica aumenta a cada ano. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), atualmente tramitam 937 mil processos desse tipo e 236.641 medidas protetivas. Criada há 12 anos para proteger mulheres que sofrem agressões físicas e psicológicas por parte de parceiros, cônjuges, namorados ou mesmo pais e irmãos, a Lei Maria da Penha também garante estabilidade às denunciantes que precisem afastar-se do emprego, seja no setor público ou na iniciativa privada.

A central de atendimento à mulher (telefone 180) funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial | Imagem: reprodução 
Segundo a presidente da Associação de Direito de Família e das Sucessões (ADFAS), Regina Beatriz Tavares da Silva, são necessárias medidas para que as mulheres tenham coragem de denunciar essas agressões, mas coloca em reflexão a manutenção do vínculo empregatício na órbita privada.

"A Lei Maria da Penha tem dispositivos de grande eficácia, como a proibição da convivência entre agressor e vítima. Ao oferecer a garantia de que a mulher não perderá sua fonte de renda, a legislação as encoraja a buscar a punição de seus algozes, mas ao mesmo tempo cria dificuldades na organização de pessoal de empresas privadas", explica a advogada.

No entanto, a especialista em Direito de Família chama a atenção para a importância de adotar políticas de prevenção contra a violência doméstica, com foco na implementação de ações educativas.
"Precisamos de prevenção, ou seja, que seja evitada e não só punida a violência. Por isso, em meu entender, é a educação, são as políticas públicas sobre igualdade entre os gêneros e respeito à população feminina, desde a menor idade escolar, que podem diminuir esses tristes índices de violência doméstica", conclui.

O que diz a lei
Segundo o artigo 9º da Lei 11.340/2006 (Maria da Penha), as mulheres vítimas de violência doméstica devem ter seu emprego mantido, por até seis meses, sejam elas servidoras públicas (municipais, estaduais ou federais) ou trabalhadoras no regime celetista.

Denuncie 
O Ligue 180, central de atendimento à mulher, funciona 24 horas por dia, é gratuito e confidencial. O canal recebe as denúncias e esclarece dúvidas sobre os diferentes tipos de violência aos quais as mulheres estão sujeitas. As manifestações também são recebidas por e-mail, no endereço ligue180@spm.gov.br.

Em Santo André, há o Centro de Apoio à Mulher em Situação de violência – Vem Maria que fica na Rua João Fernandes, 118, Bairro Jardim. Os telefones são (11) 4992-2936 ou 4992-3410.



segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Manutenção da Sabesp afetará abastecimento de água em alguns bairros de Santo André

Da Redação

Nesta quarta-feira (5), a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) executará manutenção em um aqueduto que serve o sistema Rio Claro. Para realização dos trabalhos, será necessário interromper o abastecimento de água para diversos reservatórios de Santo André.

Manutenção afetará mais de dez reservatórios | Foto: Divulgação/Semasa
Aproveitando a parada que ocorrerá por conta do serviço da companhia estadual, o Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) realizará um reparo na adutora da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Melo x Giovanni Batista Pirelli (Vila Homero Thon), e também a manutenção de um registro na rede da Rua Alemanha x Rua Custódia (Vila Camilópolis).

O fornecimento de água será interrompido a partir das 6h da manhã desta quarta-feira (5). A previsão é que o abastecimento seja normalizado na madrugada de quarta para quinta-feira (6).

Serão afetados os bairros atendidos pelos reservatórios Camilópolis, Gonzaga, Parque das Nações, Curuçá, Erasmo Assunção, Progresso, São Jorge, Miguel Ângelo, Gerassi, Vila Suíça, Miami e Clube de Campo.

O Semasa solicita que a população faça uso consciente da água e lembra que é importante que os usuários mantenham reservação de água suficiente para o número de pessoas que habitam ou frequentam o imóvel. Dúvidas e outras informações podem ser esclarecidas na Central de Atendimento, pelo telefone 115.


São Bernardo sedia projeto pioneiro de emissão de carteira de trabalho pelos Correios

Da Redação

São Bernardo do Campo sedia desde a última sexta-feira (30) projeto-piloto para emissão de Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) nas agências dos Correios, por meio de acordo de cooperação técnica entre o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). O plano piloto, que será implantado na cidade, tem como objetivo utilizar a capilaridade logística da empresa estatal para permitir que todos os trabalhadores, em especial os que vivem nos locais mais distantes, tenham acesso ao documento.

Além do Poupatempo e da gerência regional do MTE, São Bernardo já realiza a emissão de carteiras de trabalho por meio da Central de Trabalho e Renda (CTR), localizada na Rua Marechal Deodoro, 2.316, no Centro. Somente em 2018, o serviço emitiu 723 carteiras de trabalho em sua sede e por meio do CTR Móvel. O programa também colaborou com o projeto-piloto treinando os funcionários dos Correios, que passaram a utilizar o Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Foto: Ricardo Cassin/PMSBC
Durante lançamento do acordo de cooperação técnica, o prefeito da cidade, Orlando Morando, comentou a iniciativa. “Mais uma vez São Bernardo dá exemplo, passando a ser receptora de um projeto pioneiro como este. Já mantemos um estudo avançado, por meio do Consórcio, para envio de medicamentos de alto custo via Correios, por entendermos que há espaço para utilizar o potencial logístico dos Correios em prol dos serviços públicos”, destaca.

Além do município, o projeto também será implementado, em caráter experimental, em Presidente Prudente, no interior do Estado. A previsão é que sejam emitidas mais de 300 carteiras de trabalho na unidade dos Correios da Avenida Brigadeiro Faria Lima, no Centro, até o próximo dia 19.

De acordo com o superintendente regional do trabalho no Estado de São Paulo, Marco Antônio Belchior, a escolha das cidades que receberão o projeto-piloto considerou as necessidades de apoio técnico e estrutural que comportassem e prestação do serviço. “A implantação será feita de maneira gradual e digitalizada, por isso foi prestado treinamento aos funcionários dos Correios para este novo serviço. Nossa esperança com este acordo é estendê-lo para o País todo”, explica.

A carteira de trabalho feita nos Correios não terá custo para o cidadão. As taxas para entrega da carteira, de acordo com o comunicado, serão bancadas pelo próprio Ministério do Trabalho.



sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Desigualdade em São Paulo é estrutural e permanece a mesma desde 2013

Da Redação

O Mapa da Desigualdade 2018 realizado pela Rede Nossa São Paulo foi lançado nesta última terça-feira (27) na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) e mostrou que o índice de desigualdade nas diversas regiões da cidade não sofreu alterações significativas no último quadriênio. Houve diminuição da diferença entre os indicadores de desigualdade de mortalidade infantil, gravidez na adolescência, pré-natal e atendimento na pré-escola dos distritos de São Paulo entre 2013 e 2017. Porém, a diferença aumentou na oferta de leitos hospitalares, em acidentes com bicicletas e no número de mortes no trânsito.

Segundo o gestor de projetos na Rede Nossa São Paulo e sociólogo formado pela FESPSP, Américo Sampaio, o Mapa da Desigualdade “evidencia em quais áreas é necessário maior atenção das autoridades públicas". Os dados da pesquisa são referentes ao ano anterior (2017) e estão disponíveis aqui. 

Já o cientista político e coordenador do curso de pós-graduação em Globalização e Cultura da FESPSP, Aldo Fornazieri, na abertura do evento, destacou que não apenas no Brasil, mas no mundo, a democracia e a igualdade estão em questionamento. "O principal valor da democracia é a igualdade. Se não houver igualdade, não há direitos, e a democracia é um regime de direitos", afirma.

O lançamento do Mapa foi seguido por um debate com especialistas, e contou com a presença de autoridades públicas, entre elas, o vereador de São Paulo, Eduardo Suplicy.

Na ocasião, o coordenador da Rede Nossa São Paulo, Jorge Abrahão, reiterou a importância de políticas públicas pontuais. “Nossos dados nos estimulam para atuarmos fortemente nas políticas públicas, pois não são pontuais, eles buscam aplicabilidade. Além desta pesquisa, a Rede realiza pesquisas mensais com temas importantes para evidenciarmos a percepção dessas políticas", finaliza.


quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Vavá ainda não foi convocado para assumir vaga na Câmara

Por Vitor Lima

A Câmara Municipal de Santo André ainda não convocou o suplente Vavá da Churrascaria (Solidariedade) para assumir a vaga de vereador, no lugar no Elian Santana, do mesmo partido, presa desde segunda-feira (26) por suspeita de partipar de uma quadrilha que fraudava a Previdência Social.
Empresário assumirá por 180 dias
a vaga de Elian Santana,
afastada pela Justiça | Foto: Arquivo

Com a prisão de Elian, a Justiça determinou o afastamento da vereadora por 180 dias e a imediata convocação do primeiro suplente, Vavá. A determinação chegou à Casa ontem (28), mas até o fim da tarde de hoje (29) o suplente ainda não foi convocado.

Ao Ponto Final, Vavá esclareceu que não procurou o presidente da Câmara, Almir Cicote (Avante), para tratar do assunto e que segue aguardando os trâmites para assumir sua vaga.

Durante o período de 180 dias, caso Elian seja cassada, o suplente assume a vaga até o fim do mandato.

Em 2016, Vavá obteve 1734 votos (o empresário já havia se candidato ao cargo em 2012, pelo então PMDB, ocasião em que recebeu a confiança de 1404 eleitores). Na Casa, a tendência é que Vavá trabalhe por melhorias no 2º Subdistrito, seu reduto eleitoral.

Na eleição, em entrevista ao Ponto Final, o então candidatou manifestou o desejo de trabalhar, também, para viabilizar a implantação do Parque Tecnológico de Santo André, sua “menina dos olhos”, como o próprio definiu na época.


Futuro da alimentação é discutido em evento

Da Redação 

A população mundial passa por um grande desafio em relação ao sistema alimentar. A forma como o mundo produz, consome e desperdiça alimentos não é mais sustentável. Ao mesmo tempo em que são produzidos alimentos suficientes para alimentar toda a população, cerca de 1/3 das pessoas enfrenta alguma forma de má nutrição. Soma-se a este cenário alguns estudos que indicam que o futuro da alimentação está diretamente conectado às mudanças climáticas e seus impactos chegarão mais cedo do que é esperado. Consciente do importante papel da indústria no sistema alimentar, a Unilever participou, nesta última terça (27), do encontro realizado pela organização científica International Life Sciences Institute (ILSI), que teve como objetivo discutir o futuro da alimentação.

Cerca de 30% da produção total de alimentos é desperdiçada | Foto: reprodução
Na ocasião, a cientista global de nutrição e saúde da Unilever, Sheila Wiseman, compartilhou suas experiências, conhecimentos e alguns estudos sobre dietas sustentáveis. Destacou, ainda, a importância de repensar os padrões alimentares atuais, os desafios e caminhos para o futuro do alimento e ressaltou dados recém divulgados pelas publicações The Lancet e The Nature e pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, órgão das Nações Unidas para assunto) que reforçam a urgência do tema.

Alguns dados apresentados por Sheila:

• Cerca de 30% da produção total de alimentos é desperdiçada.
• 800 milhões de pessoas, principalmente em países em desenvolvimento, ainda não recebem alimentação suficiente.
• 2 bilhões de pessoas sofrem deficiências de vitaminas ou minerais essenciais.
• Ao mesmo tempo, e frequentemente entre as mesmas pessoas ou famílias, taxas de obesidade têm atingido proporções epidêmicas, com mais de 2 bilhões de pessoas acima do peso ou obesas.
• É preciso limitar o aquecimento do planeta em 1,5°C para minimizar consequências profundas para a saúde e o bem-estar da humanidade. Isso só será possível com o desenvolvimento de novas tecnologias e mudanças no estilo de vida, desde as fontes energéticas que utilizamos aos alimentos que consumimos.
• O atual sistema de alimentação global contribui com aproximadamente 25% das emissões de gases de efeito de estufa geradas pelos humanos (em comparação aos 14% do setor dos transportes).
• A produção pecuária contribui com mais da metade das emissões de gases de efeito estufa do setor agrícola, devido às emissões diretas e ao custo ambiental da produção de ração animal.

Segundo a cientista da Unilever, a transformação do sistema de alimentação global é urgentemente necessária para manter o aquecimento global dentro do limite. Ela demandará produção mais eficiente, redução significativa do desperdício, mudanças na dieta em países de alta e média renda (incluindo o Brasil) para padrões mais baseados em alimentos de origem vegetal, além da indústria de alimentos como agente transformador.

O evento contou ainda com a participação da médica Núbia Chaim, da Associação Prato Cheio, que compartilhou a experiência da entidade no consumo responsável de alimentos. Sob mediação do médico Mauro Fisberg (Instituto Pensi), Sheila e Núbia participaram de um debate no qual discutiram o impacto da produção de alimentos orgânicos no meio ambiente, o impacto na saúde de dietas baseadas fundamentalmente em alimentos de origem vegetal, caminhos para a indústria de alimentos evitar o desperdício (doação de produtos e comercialização de alimentos esteticamente "feios"), movimentos da indústria de alimentos para fomentar a nutrição sustentável, entre outros assuntos.

Com isso, a Unilever reconhece sua responsabilidade diante do cenário desafiador e trabalha constantemente para a melhoria contínua das práticas agrícolas para equilibrar as necessidades das pessoas, do planeta e do negócio.



quarta-feira, 28 de novembro de 2018

“Feirão Serasa Limpa Nome” termina neste sábado (1º)

Da Redação

Os consumidores de São Paulo com dívidas atrasadas e/ou negativada têm a oportunidade de sentar frente a frente com as empresas e renegociar seus débitos com condições especiais, por meio do Feirão Serasa Limpa Nome, que chega a 22º edição e ocorre no estacionamento do Shopping Itaquera ( Av. José Pinheiro Borges, s/nº, Itaquera).  Simultaneamente ao evento físico, acontece o Limpa Nome online, que também está na última semana e já soma mais de R$ 169 milhões em descontos.

Para participar é necessário levar o número do CPF | Imagem: reprodução 
O evento, que já se tornou tradicional na cidade de São Paulo, conta com empresas de diversos segmentos, como: Ipanema, Tribanco, Porto, Itaú, Claro, NET, Recovery e Vivo. Todas com ofertas e descontos exclusivos, além de prazos de pagamentos diferenciados. 

Segundo o gerente do Serasa Limpa Nome, Lucas Lopes, essa é mais uma oportunidade das pessoas negociarem suas dívidas: “São Paulo tem a maior concentração de inadimplentes do país e por conta disso, além da versão online, fazemos um reforço com o feirão físico que pode ajudar consumidores a terminarem o ano com dívidas quitadas”.

Para participar, é necessário levar um documento com número do CPF e foto.
O horário de atendimento é das 8h às 18h.



Santo André inicia “Operação De Volta pra Casa” para melhorar trânsito

Da Redação

A Prefeitura de Santo André deu início a uma nova operação especial com o objetivo de melhorar o tráfego de veículos nas ruas e avenidas mais movimentadas da cidade entre 16h e 20h. Trata-se da “Operação De Volta pra Casa”, um desdobramento da Operação Fluidez, que funciona com a presença de agentes reordenando o tráfego e com readequações no tempo semafórico em horário específico.

O trabalho de implementação se deu inicialmente com um minucioso estudo e contagem volumétrica dos veículos nas principais vias da cidade. Após esta medição, foi realizada uma estruturação das equipes de agentes de trânsito e definidos os principais pontos estratégicos que podem variar conforme a dinâmica do trânsito.

Perimetral é uma das vias que compõem a operação | Foto: Helber Aggio/PSA
A iniciativa, que teve início nesta semana, já mostra resultados. Isso porque a medição realizada pelo Departamento de Engenharia de Tráfego (DET) no trecho entre o viaduto Juscelino Kubitschek e a avenida Santos Dumont (altura da avenida Firestone) aponta que depois da operação ser implementada houve uma redução do tempo de percurso em 45%.

As estruturas com cones, em uma extensão de 60 metros, são montadas no final do dia (tarde/noite), variando entre os locais analisados previamente. Entre os pontos que fazem parte da operação estão os principais trechos que apresentam lentidão no horário de pico: avenida Edson Danilo Dotto (Perimetral) e rua Coronel Alfredo Fláquer, sentido Mauá, das 16h às 20h, além da avenida Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello e rua Fernando Pessoa, das 16h às 19h.

A instalação dos cones proporciona o aumento de uma faixa de rolagem para a saída da Perimetral, que apresenta maior fluxo de veículos no horário de pico. A saída da Alfredo Fláquer, com um fluxo inferior à da Perimetral, segue neste trecho com uma faixa para veículos e a faixa de ônibus.

Outro ponto da operação acontece no encontro da avenida Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello e rua Fernando Pessoa, conduzindo o fluxo para a rua Paulo Sérgio. Esta intervenção reflete na melhora da fluidez na avenida Giovanni Battista Pirelli, sentido Mauá, na altura da avenida Prof. Luiz Ignácio de Anhaia Mello.

Em harmonia com esta ação, o DET realiza ainda a readequação do tempo semafórico, com ajustes de sincronismo e no tempo de abertura destes equipamentos. A operação conta com o apoio de três guinchos que dão suporte em casos de chamados de urgência. Conta ainda com suporte da Central de Monitoramento de Trânsito (CMT), que atua com sistema independente de semáforos sincronizados e inteligentes, trabalhando em tempo real e monitorando cruzamentos na cidade.

O Departamento de Engenharia de Tráfego realiza ainda contagem de veículos e mede a velocidade do tráfego com ajustes automáticos dos tempos dos semáforos. Estas medições são feitas por câmeras e laços detectores físicos e virtuais.



terça-feira, 27 de novembro de 2018

PM do ABC recebe 47 novas viaturas e anuncia premiação interna

Por Vitor Lima

O Comando de Policiamento Metropolitano de Área 6 (CPA/M6) da Polícia Militar (PM), responsável pela segurança das sete cidades do ABC, recebeu 47 novas viaturas ontem (26). Os veículos da Chevrolet, modelos Spin, serão distribuídos aos seis batalhões que compõem o policiamento da região e auxilirão nas patrulhas da corporação.

As entregas fazem parte da remessa de 1645 automóveis adquiridos (sob o custo de R$ 53.700 cada uma) pelo governo do Estado e que estão sendo distribuídos em diversas regiões (a capital, por exemplo, recebeu 70 unidades). Com as entregas, o ABC passa a contar com 597 viaturas em seu efetivo.

Com as entregas, a corporação conta com 597 viaturar destinadas ao ABC | Foto: Divulgação 

Também está previsto para as próximas semanas a chegada de novo contingente de policiais, para reforçar a segurança na região.

Comando institui premiação

Na próxima sexta-feira (30), um buffet em São Caetano do Sul receberá iniciativa inédita do CPA/M6. O coronel Ronaldo Gonçalves Faro, responsável pelo Comando, divulgará os indicadores criminais do ABC e apresentará o balanço das atividades da PM na região. Informações premilinares dão conta de que números positivos, em diversos indicadores, serão apresentados.

O troféu que será entregue ao batalhão que atingir os melhores resultados
ao longo de 2018, durante solenidade que será realizada na próxima sexta-feira (30) | Foto: VL
Como forma de coroar e motivar o trabalho dos seis batalhões responsáveis pela segurança nas sete cidades, o comando do CPA/M6 entregará, pela primeira vez, o prêmio Servir e Proteger ao batalhão que apresentou os melhores resultados ao longo do ano. De acordo com informações cedidas pelo tenente e responsável pelo setor de Comunicação do CPA/M6, Voltaire Juvenal da Cruz, serão critérios para definir o ganhador do prêmio os indicadores criminais da área de cada batalhão, produtividade das ações e demais avaliações internas.

O batalhão vencedor receberá troféu e outras premiações, que serão divulgados no momento da divulgação do vencedor. O troféu ficará sob posse do batalhão vencedor durante um ano e depois será repassado ao batalhão premiado do ano seguinte.


Especialista em Recursos Humanos dá dicas para quem procura emprego

Da Redação 

O Brasil gerou 57.733 empregos com carteira assinada em outubro deste ano, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Na Luandre, uma das maiores consultorias de RH do País, o balanço do ano também foi positivo. O primeiro semestre de 2018 registrou mais de 40% de vagas em relação ao mesmo período do ano passado. Mas, mesmo com aumento de vagas, muitos candidatos acabam perdendo oportunidades por falta de foco na busca, segundo a especialista em RH da Luandre, Alessandra Araújo.

Uma boa alternativa para uma recolocação rápida é trabalhar o networking | Foto: Shutterstock
Para Alessandra, não basta simplesmente se inscrever em todas as vagas que aparecem, é preciso otimizar o tempo e saber onde e pelo que procurar. Assim, a especialista dá dicas para quem deseja ter melhor aproveitamento na busca de um emprego.

1) O que estou procurando?
Antes de mais nada é importante ter em mente que tipo de formação, experiência e habilidades específicas o candidato possui e a que tipo de cargo elas se adequam. "Cada empresa busca um tipo de profissional diferente. Às vezes, para uma é mais importante a formação e para outra, que anuncia o mesmo cargo, é preferível a experiência do candidato na função", diz Alessandra.

"Por isso, é importante que a pessoa preste muita atenção à exigência que a vaga apresenta e veja se estão realmente de acordo com suas características. Não vai adiantar ter todos os requisitos necessários para uma vaga de assistente administrativo, mas se candidatar à oportunidade de recepcionista, por exemplo", avalia.

2) Cadastro online
O currículo em papel tem sido cada vez menos utilizado, dando lugar ao cadastro online, já que dessa forma seu currículo é visto por toda a equipe de recrutamento e seleção durante a triagem inicial, que é feita pelo sistema. Além disso, no cadastro online o candidato tem acesso imediato às inscrições e ao status dos processos seletivos.

É fundamental atualizar sempre as informações e preencher o cadastro com calma, não adianta preencher com informações muito objetivas ou realizar um "copia e cola". Pense que o selecionador precisa se interessar pelo que ele está lendo.

3) Redes sociais
Com as redes sociais cada vez mais em alta, muitas empresas as utilizam para divulgar vagas de emprego devido à alta concentração de usuários.

"O LinkedIn é a principal rede para networking e divulgação de oportunidades, pois é focada nesse tipo de assunto. Já o Facebook oferece diversos grupos de profissionais de áreas diferentes, que postam sobre novas vagas. O Instagram, tem sido utilizado cada vez mais devido à ferramenta do stories, que chama atenção, e o Whatsapp possibilita a criação de grupos fechados. Ou seja, todas são ótimas alternativas para os candidatos", diz a especialista.

4) Fortaleça o networking
Além de procura pelo novo emprego em consultorias, sites e redes sociais, uma boa alternativa para uma recolocação rápida é trabalhar o networking e fazer com que ex-colegas, família e amigos saibam da sua busca. "É possível que um conhecido da mesma área saiba de alguma oportunidade que a empresa não tornou pública e possa fazer a indicação", diz Alessandra.



segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Dória anuncia novos secretários: Cleber Mata e Walter Nyakas Júnior

Da Redação

O governador eleito de São Paulo, João Dória (PSDB), divulgou hoje (26) mais dois nomes que farão parte do primeiro escalão do Palácio dos Bandeirantes, a partir de 1º de janeiro. Cleber Mata será o secretário especial da Comunicação e Walter Nyakas Júnior assumirá como chefe da Casa Militar.

Da esquerda para a direita: futuro chefe da Casa Militar, Walter Nyakas Júnior, governador eleito,
João Dória, vice-governador eleito, Rodrigo Garcia, e o futuro secretário de Comunicação, Cleber Mata

Mata é de Registro, tem 38 anos e já atuava há alguns anos em gestões tucanos no Estado. É formado em Jornalismo pela PUC de Campinas e especializou-se em Marketing Político pela USP.

Nyakas Júnior, por sua vez, é paulistano, tem 51 anos e faz parte da Polícia Militar em 1985. Formou-se em Direito e especializou-se em  Direito Penal na Escola Superior do Ministério Público e em Direito Ambiental pela Escola Superior da Magistratura.

Com os anúncios, já são 10 nomes confirmados para a gestão de Dória. Enquanto escolhe os nomes faltantes, a equipe trabalha na transição do governo.


Prédio residencial em São Paulo é coberto por Mata Atlântica

Da Redação

A maioria das pessoas sonha em viver em um ambiente que una harmoniosamente a modernidade do cenário urbano à qualidade de vida e bem estar de ambientes naturais. Graças a um novo conceito em cidade verde, isso já é possível. Um bom exemplo é o SEED, um empreendimento de moradia urbana da incorporadora Gamaro, inédito no Brasil e no mundo, que utiliza o conceito de “Florestas de Bolso”, que permite criar trechos de floresta nativa em áreas urbanas de no mínimo 5m², desenvolvido pelo botânico e paisagista Ricardo Cardim. A proposta é criar um prédio residencial com fachada de Mata Atlântica, uma referência que ditará o futuro dos projetos ambientais sustentáveis no mundo todo. O residencial é projeto da incorporadora Gamaro, construído pela Rocontec, e toda a parte de irrigação está sob responsabilidade da Regatec, empresa que possui 28 anos no mercado de irrigação sustentável.

Projeto da incorporadora Gamaro foi desenvolvido pelo botânico e paisagista Ricardo Cardim,
com apoio da empresa de irrigação Regatec e construção realizada pela Rocontec | Foto: Divulgação

O SEED é um projeto residencial de 18 andares na Vila Olímpia, bairro nobre de São Paulo, com apartamentos entre 81 e 84 m². O empreendimento é uma parceria que pretende mudar o que entendemos por cidade verde, sendo exemplo mundial de construção sustentável. Cardim, ao desenvolver toda a parte verde do projeto, indicou a Regatec por sua experiência, alta tecnologia e capricho necessários para um empreendimento tão sensível quanto o de colocar árvores grandes em alturas elevadas, mantendo-as vivas, belas e em crescimento no céu de uma grande metrópole. “Para nós, da Regatec, participar desse projeto é uma honra. Estamos tendo a possibilidade de contribuir tecnicamente com um projeto totalmente disruptivo na arquitetura”, celebra Danny Braz, fundador da Regatec.

A proposta do projeto é mostrar que a cidade do futuro não é cinza, e os prédios podem - e serão - abraçados pela floresta nativa das regiões. “A Floresta de Bolso é um projeto maior do que sua proposta paisagística. Ele tem pretensão pública. Seu objetivo é resgatar a vegetação original do terreno paulistano, devolvendo à metrópole sua biodiversidade natural, porém inserida no cotidiano das pessoas”, explica Cardim. “Hoje temos um paisagismo muito atrasado em termos de sustentabilidade. Cerca de 90% da vegetação urbana é de origem estrangeira, e isso tem um forte impacto tanto no equilíbrio dos ecossistemas quanto na cultura dos moradores, que não conhecem a biodiversidade de sua região, que no Brasil, é a maior do mundo”.

O SEED só tem plantas que são nativas, mas que, em sua maioria, não povoam São Paulo há quase 200 anos. Serão quatro variações de floresta na fachada, dando a impressão de uma montanha coberta por verde: a Serra do Mar, que recria a estética natural da serra; a Mata Atlântica Florida, que traz flores nativas para a área do terraço; a Mata Atlântica Frutífera, que possibilita o cultivo de um pequeno pomar; e a Mata Atlântica Pássaros, que visa atrair a diversidade aviária da região de volta para seu local natural.

A ideia é que exista beleza, mas também haja sustentabilidade possibilitada pela tecnologia, que garante segurança ao morador, além de uma vida verde em harmonia. Um ponto de importância é o uso inteligente da água, que através dos sistemas de irrigação da Regatec, conseguem captar e armazenar água da chuva e ainda irrigar cada planta de acordo com sua necessidade natural e com o clima sazonal. Isso garante o proveito total das épocas chuvosas do ano (cerca de oito meses por ano). O prédio foi pensado em cada sistema para agir como um organismo vivo dentro da metrópole. “Não é possível criar algo dessa magnitude, sem considerar sua possibilidade prática, e a irrigação baseada em água da chuva possibilita isso”, comenta Braz.

O SEED visa ser um verdadeiro oásis de qualidade de vida tanto para seus moradores quanto para as cidades do entorno. O terraço trará redução de temperatura e da poluição sonora, aumento da umidade do ar, redução de impacto das chuvas, reciclagem de gases tóxicos, além de ajudar a combater pragas urbanas, como insetos. O conceito é inédito em climas tropicais. O único prédio que se assemelha ao SEED é o Bosco Verticale, que fica em Milão, na Itália, e possui árvores temperadas da região.

Há muita tecnologia tornando possível essa construção. “Trabalhamos com túneis de vento, todo um sistema de amarração, tecnologia de substrato, de irrigação, tudo agindo em uníssono para tornar o prédio seguro, funcional e estético”, relata Cardim. “Quero que o SEED seja um exemplo do que nossas cidades podem ser nesse novo século da urbanização”. É a união da paisagem ancestral com o conforto da modernidade. “É poder usar seu smartphone e navegar na internet, enquanto come uma fruta colhida no pomar de casa que existia apenas no quintal de seu tataravó porque não são mais plantados há anos”.

O prédio está cerca de 90% pronto. As vendas foram muito rápidas, inclusive feitas por compradores que buscavam ter mais de um imóvel para desfrutar de mais facetas com florestas diferentes. “Esse projeto evidencia a necessidade cada vez maior de trazer a natureza para o dia a dia das pessoas. Nesse sentido, nada melhor que um bom projeto de irrigação para proporcionar uma beleza sustentável e adaptável aos grandes centros urbanos”, finaliza Braz.